sexta-feira, 11 de abril de 2014

A FRENTE RUSSA (M1523 - 117PM/2014)



O Supremo Quartel General das Forças Aliadas na Europa (SHAPE) divulgou uma série de imagens de satélite a meios de comunicação social a 10 de abril, que mostram em detalhe a localização e tipo de unidades russas, localizados pelas forças NATO ao longo da fronteira com a Ucrânia.
A NATO avalia as forças russas mobilizadas em 35.000 a 40.000 militares na vizinhança da fronteira com a Ucrânia, uma alegação que as autoridades russas têm negado, e que é naturalmente causa de preocupação.

O Brig. Gary Deakin, Diretor do Centro de Gestão de Crises e Operações (CCOMC) no SHAPE, falou aos repórteres, acerca das imagens: "Os russos têm uma série de capacidades incluindo aviões, helicópteros, forças especiais, tanques, artilharia, infantaria, veículos de combate... que podem ser mobilizados em questão de horas. Estas forças têm um efeito desestabilizador e representam implicações sérias para a segurança e estabilidade da região" referiu.


O SHAPE tem observado pequenos movimentos de administrativos russos no terreno, mas a falta de atividade geral vem lançando alertas entre as patentes militares. De acordo com o Brig. Deakin as unidades russas moveram-se para a região e estão a acumular-se em várias localizações perto da fronteira ucraniana, em vez de estarem a realizar movimentos específicos de exercício. Esta conclusão é partilhada pelo Comandante Supremo Aliano na Europa, Gen. Philip Breedlove, que mencionou no dia anterior as suas preocupações com o acumular de forças russas: "Caracterizá-la-ia como uma força combinada.. tem todas as capacidades e aprovisionamentos de que necessita para atingir os objetivos militares que lhe atribuírem".


A NATO continua a monitorizar os eventos com acuidade e aumentou inclusive a vigilância com AWACS sobre a Roménia e a Polónia, de modo a manter a atenção sobre a Ucrânia. A Aliança aumentou também significativamente o policiamento aéreo e o número de aeronaves atribuídas a essa tarefa.

O SHAPE submeteu uma série de opções e recomendações ao Conselho do Atlântico Norte com vista fazer face à situação: "O que procuramos e´uma pacote de medidas para o mar, ar e território terrestre, que tranquilizem os nossos aliados mais orientais" disse o Gen. Breedlove. 

A NATO tem pedido repetidamente à Rússia para acalmar a situação, retirando as tropas que colocou junto à fronteira ucraniana.



0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>