quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

ALEMANHA TREINA COM A-4 (M1415 - 37PM/2014)

Os A-4 adquiridos pela DADS       Foto:DADS

A Discovery Air Defence Services ganhou um contrato de cinco anos para o fornecimento de treino na Alemanha com A-4 Skyhawk, segundo anunciou a subsidiária dos especialistas em aviação canadianos Discovery Air no passado dia 30 de janeiro.

Segundo o contrato, sete A-4 serão usados para fornecer às Forças Armadas Alemãs 1200 horas por ano, de serviços de treino de caças a jato, contando a partir de janeiro de 2015. O valor do contrato não foi revelado.

A Discovery Air atribuiu numa declaração divulgada, importância estratégica a este contrato, dizendo que "estabelece a Defence Services na Europa e proporciona uma base sólida para futura expansão do mercado".

Apesar do A-4 Skyhawk não estar listado no atual inventário da Discovery Air ou Discovery Air Defence Services, esta última ficou na posse de um lote de 10 A-4, através da aquisição da empresa  Advanced Training Systems International em dezembro de 2013. Uma imagem retirada do site da empresa, mostram as aeronaves com os mesmos tubos de supressão de infravermelhos usados nos Skyhawk ex-israelitas.

Além dos A-4 Skyhawk, a Discovery Air Defence Services opera uma frota de 16 Alpha Jet modificados, para serviços de treino aéreo. De acordo com o sítio de internet da empresa, as missões típicas atribuídas ao Alpha Jet consistem em: treino de Joint Tactical Air Controller (JTAC); apoio como adversário e treino de defesa a ataque naval para forças navais; "Red Air" apoio como adversário para forças de combate, incluindo exercícios de larga escala multinacionais; reboque de alvos para tiro ar-ar; treino de guerra eletrónica para forças aéreas ou navais.

Esta empresa tem sido comentada como estando também interessada em estabelecer uma escola de treino de pilotos de caça na Base Aérea nº11 da Força Aérea Portuguesa, em Beja, aproveitando a frota portuguesa de Alpha Jet e as infraestruturas existentes.

Os Alpha Jet da DADS           Foto: DADS

A Discovery Air defende que o treino aéreo com apoio de uma empresa externa oferece aos clientes vantagens de não haver desperdícios de verbas, redução dos custos de operação e manutenção das próprias frotas, menor necessidade de meios técnicos de humanos e capacidades de formação avançadas.

Os números avançados pelas empresa conferem-lhe uma taxa de sucesso de missão de 98% e 40.000 horas  devoo sem acidentes, ao longo dos últimos oito anos.

A Discovery Air é uma das diversas empresas que fornecem este tipo de serviços  a países que pretendem manter os níveis e standards de treino, mas simultaneamente reduzir a pressão e a exigência nas suas próprias frotas.
A estadunidense Draken International por exemplo, opera uma frota de A-4, MiG-21, MB-339CB e L-39 Albatroz, enquanto a FR Aviation fornece treino especializado de aviação às Forças Armadas britânicas.

Falando a propósito do tema numa conferência sobre Apoio Aéreo Aproximado em Londres em setembro de 2013, o Cap. Julien Carpentier do Centro de Operações Aéreas NATO, Ramstein, disse: "Todos sabemos que enfrentamos cortes nos orçamentos e temos frotas decrescentes de caças, portanto temos que considerar contratualizar serviços aéreos. Contudo temos que nos assegurar de que quem contratamos está a par das atuaisTáticas, Técnicas e Procedimentos da NATO e EUA".

Fonte: Jane's Defense
Tradução e edição: Pássaro de Ferro



0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>