terça-feira, 25 de outubro de 2011

FESTA AL CEL - BARCELONA AIR SHOW (M548)

Breitling Team - L39 Albartos

Svetlana Kapenina - Sukhoi Su-29

AS-332 Super Puma - Serach and rescue

Belgian Solo display - F-16AM
Patrouille Suisse - F-5E Tiger II
Patrouille de France - Alpha Jet II
Dutch solo display - F-16AM
Patriulle de France - Aplha Jet II
Canadair CL-215T

Nos dias 30 de Setembro, 1 e 2 de Outubro, teve lugar nas praias de Barcelona (Espanha) a celebração da "Festa al Cel" ou Barcelona Air Show, que este ano comemorou os seus 20 anos. Há que destacar que tanto no dia 30 de Setembro, como no dia 1 de Outubro, as actividades que se levaram a cabo no eixo da exibição, foram puramente ensaios e marcação de referências (no terreno) por parte dos participantes do festival.
A verdade é que depois de uma temporada atípica pelos cortes no orçamento de muitos festivais e do cancelamento de muitas aeronaves militares devido ao conflito na Líbia (Unified Protector), fizeram com que as pessoas aguardassem este festival como "a chuva no deserto".
O leque de participantes fazia sonhar um grande número de spotters vindos de Espanha e de toda a Europa para a ocasião. Verdade seja dita que contar com quatro patrulhas acrobáticas num mesmo festival era muito atractivo para os muitos aficionados da aviação que alí se reuniram.

Começou-se com o Breitling Team e os seus L-39 Albatros que realizaram uma exibição limpa, com a finura que tantos os caracteriza, havendo talvez a destacar que são das poucas patrulhas acrobáticas civis a utilizarem reactores. Víctor Chamal e Svetlana Kapenina (7 vezes campeã domundo de voo acrobático) fizeram das suas com um Sukhoi 29. Também contámos com a presença de diversas escolas de voo que aproveitaram para exibir as suas frotas de aeronaves, chegando com essas actuações quase ao "equador" do festival. Faltava o prato forte chegando então as actuações dos F-16 belga e holandês que em nada defraudaram. Dois displays totalmente diferentes visualmente devido ao seu esquema de pintura e iguais no que respeita à aeronave. Na verdade são ambos bons e finos a voar e sabem em que momento utilizar os dispositivos de contramedidas para tornar mais vistoso o seu espectáculo. Uma vez finalizadas as duas demonstrações chegou a Patrouille Suisse com os seus F-5 estridentes, chegados de Emmen na Suiça. Uma actuação imperdível em que o que mais destacaria, seria a curta distância que separa os aviões nas manobras que realizam, a fazer lembrar alguma patrulha militar americana. Um hidroavião CL-215T fez das suas carregando e descarregando posteriormente a água em frente ao público. Uma vez terminada esta demonstração apareceu um helicóptero Super Puma  do Esquadrão 802 da Força Aérea Espanhola, tal como o hidroavião, e que realizou um simulacro de "Serach and Rescue". Deste não teria normalmente muito a destacar, uma vez que os simulacros acabam por ser todos iguais, mas a magnífica exibição que os pilotos conseguiram levar a cabo, em que o helicóptero mais parecia um Extra 300 a efectuar uma sequência acrobática deixou a todos atónitos e perplexos, perante semelhante maravilha.
Assim se chegava à parte final do espectáculo, em que dois A320 da Spanair e da Vueling realizaram várias passagens a baixa altitude, primeiro configurados e seguidamente com trem recolhido e a máxima potência. É sempre interessante ver aviões de linhas aéreas comerciais a realizar manobras extremas para este tipo de aviões.
Não mencionaei propositadamente a actuação da Patrouille de France, que aconteceu no intervalo entre os dois A320, porque creio merecerem uma menção especial. Apareceram nos seus oito Alpha Jet II chegados de Aix-en-Provence onde têm a sua base, para realizar uma espectacular exibição em que intercalaram fumos coloridos com manobras realmente vistosas para o público ali reunido: cruzamento francês, flip-flap, o coração e muitas mais, que fizeram do reportório da Patrouille de France uma exibição amena e vistosa.
Já a encerrar o festival, l’equip de Voltige de l’Armee de l’Air (França) com um Extra 330SC tripulado pelo Capitão Françoise rallet, que nada deixa a desejar relativamente a Chamal ou Kapenina.
Por último, como não podia deixar de ser, a patrulha acrobática da Força Aérea Espanhola, a Patrulla Águila, que actuou para os aficionados como anfitriã, encerrando o festival, realizando uma bonita e vistosa sequência, que culminou com várias passagens dos sete C-101 desenhando a bandeira nacional espanhola no céu azul desse dia.


Patrulla Águla - C-101 Mirlo


Seguidamente apresenta-se um tabela com horário e participantes que se apresentaram na Festa al Cel 2011 (Barcelona Air Show):


Breitling Jet Team
12:00
12:20
20
Carrusel Centro Estudios Sup. De la Aviación
12:21
12:27
6
Paramotors Barcelona
12:28
12:36
8
Carrusel Aeroclub Barcelona-Sabadell
12:37
12:45
8
Victor Chmal
12:46
12:53
7
Patrulla Acrobatica Paracaidista E.A
12:54
13:14
20
Patrouille de France
13:15
13:40
25
Em directo transimitido pela TV Catalana.
Fundació Parque Aeronautico de Cataluña
13:41
13:49
8
SuperPuma SAR
13:50
14:00
10
A320 Vueling
14:01
14:09
8
Patrouille Suisse
14:10
14:33
23
Svetlana Kapanina
14:34
14:42
8
F-16 Holandés
14:43
14:55
12
Breitling Wingwalkers
14:56
15:08
12
Proyecto Alas
15:09
15:15
6
Canadair Grupo 43
15:16
15:28
12
F-16 Belga
15:29
15:41
12
A320 Spanair
15:42
15:50
8
Equipe de Voltige
15:51
16:01
10
Patrulla Águila
16:02
16:27
25
Fim do Festival
16:30






Autoria: Alejandro de Prado García. (Spotter)

0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>