sábado, 28 de fevereiro de 2015

A SEMANA PASSADA (M1802 - 10AL/2015)

A semana passada ficou marcada pelo arranque do exercício multinacional Real Thaw, na sua edição 2015. O Real Thaw é organizado pela Força Aérea Portuguesa e este ano, ao contrário das anteriores seis edições que se basearam na Base Aérea nº 5, em Monte Real, está sedeado na Base Aérea nº 11, em Beja.

Alpha Jet - Foto: Força Aérea Portuguesa

O exercício congrega diversas unidades aéreas nacionais, peradas pelas respetivas esquadras (F-16, Alpha Jet, C295, C-130, AL-III, EH-101 e P-3C Cup+) e conta também com meios aéreos internacionais, nomeadamente de Espanha (Typhoon e F/A-18) e Dinamarca (com helicópteros AS550). Está também presente um avião AWACS (E-3A) da NATO e Controladores Aéreos Avançados nacionais, dos EUA e da Holanda, bem como uma UPF - Unidade de Proteção de Força.
Nesta semana, no dia 26, ocorreu o habitual dia dedicado aos Spotters, com largas dezenas de entusiastas a fotografar as operações aéreas daquele dia.

AS550 - Foto: Força Aérea Portuguesa

«O exercício REAL THAW 2015 (RT15), que se realiza de 23 de fevereiro a 6 de março, é um exercício da Força Aérea planeado e conduzido sob a égide do Comando Aéreo, órgão da Força Aérea responsável pelo treino e aprontamento das unidades operacionais, seja através de operações aéreas na defesa dos interesses nacionais seja na participação em operações militares nos mais diversos quadros de cooperação internacional (NATO e UE).
A coordenação do RT15 é realizada na Base Aérea Nº11 (BA11), em Beja, e as ações desenrolam-se, na sua maioria, na zona Norte/Centro de Portugal Continental. As instalações do Aeródromo Municipal de Seia estão integradas no exercício RT15 como "Base Aérea Tática" e servem de apoio às operações aéreas e terrestres que se realizam nesta zona.

F-16AM - Foto: Força Aérea Portuguesa

Para a correta execução deste exercício foi desenvolvido um cenário (fictício) que pretende criar situações realistas e complexas que desafiem as forças participantes a executar as ações adequadas. De um modo geral uma operação militar engloba um conjunto de ações correlacionadas no tempo e no espaço, planeadas e executadas por forças militares visando obter um efeito que satisfaça um objetivo político/militar definido superiormente. Assim, um exercício militar pretende criar cenários político/militares que repliquem o mais possível situações verosímeis onde o poder militar possa ser empregue a fim de proporcionar o adequado treino a forças militares para uma possível projeção de forças num teatro de operações dinâmico e atual.»
 

Hoje, 28 de fevereiro, assinalam-se, também, os 62 anos da Esquadra 103 - Caracóis.
Muitas centenas de pilotos fizeram a história desta esquadra, fizeram-se pilotos nela, voando e aprendendo a voar em aviões tão míticos como o T-33, o T-38 e no presente o Alpha Jet, em mais de 100 mil horas de voo.
Parabéns!

 Alpha Jet "Caracol" 

0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>