quinta-feira, 20 de março de 2014

FRANÇA CORTA RELAÇÕES COM A RÚSSIA (M1482 - 97PM/2014)

Classe Mistral        Foto: NetMarine

Após o ministro das Relações Exteriores da França, Laurent Fabius, ameaçar a Rússia o cancelamento do contrato para a construção dos navios de guerra Mistral, o primeiro dos quais já em testes de mar, qualificou ainda a situação na Crimeia como “a maior crise desde a época da guerra fria”, acrescentando que “admite uma resposta militar a estas ações da Rússia”.

“Após um certo limite haverá reação. Inicialmente a França pode dissolver o contrato com a Russia para o fornecimento de dois navios Mistral, que estão a ser construídos agora em Saint Nazaire. Se Putin continuar a fazer o que está a fazer, podemos examinar a opção de revogação destes fornecimentos”, apontou Fabius. Além disso, pronunciou-se a favor do congelamento dos ativos dos oligarcas russos na Grã-Bretanha.
De Moscovo no entanto, chegou a resposta, pelo vice-ministro da Defesa da Rússia, Yuri Borisov, segundo o qual a Rússia exigirá à França a indemnização de todas as perdas se o fornecimento dos porta-helicópteros Mistral for cancelado.

Já hoje 20 de março, na reunião dos líderes da União Europeia em que também participa Pedro Passos Coelho, François Hollande anunciou o corte de relações com Moscovo, aguardando-se para mais tarde uma posição oficial da UE, face à situação na Ucrânia.


Fonte: Voz da Rússia e outras
Adaptação: Pássaro de Ferro


0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>