terça-feira, 3 de setembro de 2013

FORÇA AÉREA BRASILEIRA RECEBE O PRIMEIRO A-1M - Atualizado - (M1139 - 68AL/2013)



Foi hoje efetuada a entrega do primeiro A-1M, uma espécie de Mid Life Update (MLU) aos A-1, à Força Aérea Brasileira.
O A-1 é o conhecido AMX, uma aeronave de ataque, resultante de uma parcereia entre a Itália e o Brasil, justamente os dois operadores do avião.
O evento contou com a participação do Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro-do-Ar Juniti Saito, bem como oficiais do Alto Comando da FAB. O programa A-1M prevê a revitalização e a modernização de 43 jatos subsónicos AMX, 16 dos quais já se encontram nas instalações da Empresa. O A-1M é um jato com capacidade para realizar missões de ataque ao solo, bombardeio, apoio aéreo tático e reconhecimento. Os aviões modernizados da FAB receberão novos sistemas de navegação, armamentos, geração de oxigênio, radar multímodo e contramedidas eletrónicas. Esses equipamentos, aliados à revitalização estrutural realizada, permitirão a sua operação até o ano 2025. 
De acordo com o programa de modernização da Embraer, os A-1M receberão sistemas similares aos que já equipam os F-5M e os A-29 Super Tucano da FAB, o que auxilia na adaptação dos pilotos e representa uma padronização que oferece inúmeras vantagens operacionais, tais como o aprimoramento da doutrina de emprego da frota, o melhor rendimento das horas de voo e a redução dos custos de manutenção e operação. O programa prevê ainda o fornecimento de estações de briefing e debriefing que serão empregues no treino e na proficiência dos pilotos dos esquadrões da FAB, possibilitando um melhor aproveitamento, redução de custos e maior eficácia no planeamento e execução das missões. Deste modo, a FAB passará a dispor de uma aeronave de ataque no "estado da arte", com aviônica e sistemas embarcados de última geração, garantindo assim a capacidade de cumprir com excelência a missão de defender a soberania do espaço aéreo brasileiro.

Imagem: Força Aérea Brasileira
 
“Os caças A-1 são vetores fundamentais para a defesa do Brasil, incluindo o seu mar territorial. Temos tido grande sucesso no uso dessa aeronave em operações de alta complexidade, como os exercícios Cruzex e Red Flag. A sua modernização representa um grande ganho de capacidade, com adequado custo-benefício e, uma vez mais, valorizando a indústria nacional”, destaca o Comandante da Aeronáutica, o Tenente-Brigadeiro Juniti Saito.
“A entrega do primeiro A-1M consiste em mais um momento especial na longa história de sucesso que se reveste a relação entre a FAB e a Embraer”, disse Luiz Carlos Aguiar, presidente da Embraer Defesa & Segurança. “Essa aeronave será muito útil para manter a capacidade operacional da Força Aérea Brasileira”.

  Fonte: FAB e Cavok Brasil
Edição e adaptação: Pássaro de Ferro

0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>