terça-feira, 2 de julho de 2013

SUPER TUCANO EM VOO CONTINUO POR 60 HORAS (M1060 - 184PM/2013)

Foto: Ten Dianezi

O Esquadrão Grifo, 2º/3º GAV, sedeado na Base Aérea de Porto Velho, Rondónia, Brasil, realizou nos dias 26, 27 e 28 de junho uma Operação Continuada. O objetivo da atividade foi voar com as aeronaves de caça leve A-29 Super Tucano um grande número de missões operacionais, ininterruptamente. A primeira descolagem  para um ataque simulado próximo da fronteira com a Bolívia, ocorreu no nascer do sol do dia 26.

“É muito importante para a manutenção operacional do esquadrão uma atividade como esta. Tanto a equipa de manutenção, como os pilotos foram exigidos ao máximo, por 60 horas. Trabalhámos no limite da fadiga”, afirma o Tenente Rafael Borba, piloto do Esquadrão Grifo.

Foto: Ten Dianezi

A Operação Continuada ocorreu durante a Manobra Mapinguari, tradicional exercício em sede planeado e executado pela própria unidade aérea. Das 6:30h do dia 26 até as 18:30h do dia 28, foram voadas um total de 153 horas em missões de ataque, reconhecimento armado, reconhecimento visual, apoio aéreo aproximado e controlo aéreo avançado, nas aeronaves de caça A-29.

Foto: Ten Dianezi
“Este tipo de operação é imprescindível para garantir um aumento da operacionalidade das nossas tripulações. Realizámos voos que normalmente não temos a oportunidade de fazer, como ataques simulados a pelotões de fronteira, distantes mais de 200 milhas da nossa base”, completou o piloto.


Fonte: Agência Força Aérea/2º/3ºGav
Adaptação: Pássaro de Ferro

0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>