terça-feira, 5 de março de 2013

F-35 REGRESSA AOS VOOS ATÉ QUANDO? (M900 - 66PM/2013)

Foto:USAF

No passado dia 28 de fevereiro de 2012, foi levantada a suspensão dos voos de todos os modelos F-35 Lightning II. A suspensão preventiva, a segunda em menos de um mês, teve mais uma vez como razão próxima, problemas encontrados no motor Pratt & Whitney, desta feita fissuração encontrada nas pás da turbina do terceiro estágio do motor, de uma aeronave de teste na base de Edwards, Califórnia.

Segundo as inspeções realizadas, a exposição prolongada a elevadas temperaturas, adicionadas a outras fontes de tensão operacional, contribuíram para o aparecimento das fissuras.
"Tal como em qualquer novo sistema de armas, esperamos aprender novas coisas acerca da aeronave e os seus sistemas ao longo do tempo e é o que estamos a fazer" disse o Cor. Andrew Toth comandante da 33ª FW em Eglin, Flórida, a base onde começou o treino de pilotos e manutenção.
Após as fissuras terem sido encontradas na aeronave, toda a frota atualmente em atividade foi inspecionada, não tendo sido encontrados mais motores afetados.
A anterior suspensão  que ocorreu em janeiro de 2013, foi apenas relativa aos modelos F-35B (STOVL) e relacionada com sistemas que apenas as aeronaves de propulsão vertical possuem. 
Apesar da suspensão dos voos durante cerca de duas semanas, o treino das tripulações continuou, com recurso à utilização de simuladores de voo.

Tal como é do conhecimento público, o programa F-35 está seriamente ameaçado por várias razões, tanto do foro técnico, como principalmente financeiro, com múltiplos aliados participantes do programa a mostrarem dúvidas na sua continuidade. Vários países, o mais recente dos quais o Canadá, procuram já mesmo outras aeronaves no mercado, capazes de substituir o F-35 nas funções para as quais estava previsto.
Atualmente, e com os cortes na defesa causados pelo congelamento do Orçamento de Estado norte-americano, numa série de medidas aconselhadas para poupar verbas, o cancelamento do programa F-35 estava à cabeça.
Se os problemas técnicos que vão acontecendo no F-35 podem ser considerados mais ou menos normais em qualquer programa da mesma complexidade, não se pode contudo dizer que ajudem muito à sua continuidade.



0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>