segunda-feira, 12 de novembro de 2012

VENEZUELA ADMITE ADQUIRIR CAÇAS SU-35 À RÚSSIA (M757 - 46AL/2012)

SU-35. A foto revela, olhando a abertura dos bocais de exaustão, os diferentes regimes nos dois motores 117S e de como aliados à vetorização, lhe imprimem uma manobrabilidade ímpar!

Desde que Chávez assumiu o poder na Venezuela, encetou uma aproximação à Rússia, muito por via do crescente afastamento que, entretanto, perpetrou relativamente aos Estados Unidos. A partir daí, a Rússia passou a ser um dos principais fornecedores de armas para a Venezuela.
Assim, recentemente, Hugo Chávez contactou o governo russo com vista a tornar sólida a possibilidade de o seu país adquirir caças SU-35.
Para Chávez, é a defesa, a segurança e o desenvolvimento do Estado, que devem ser os principais problemas para o governo dar atenção, de modo a continuar a garantir a independência nacional, relativamente às ameaças externas, quase todas corporizadas, à luz da sua "veia discursiva", justamente pelos EUA.
O Su-35, surge assim como uma espécie de "arma de arremesso" para manter "em sentido" a administração Obama. A diplomacia tem destes "esquemas" que fizeram e fazem história. Estão, aliás, nos básicos manuais.
Estes caças russos estão equipados com dois motores AL-117S com vetorização de impulso, combinam alta manobrabilidade e a capacidade de envolver efetivamente no combate ar-ar, vários alvos em simultâneo, usando mísseis guiados e não guiados e diversos sistemas de armas.
A Venezuela dispõe de uma frota de caças que inclui os F-16A, de origem Norte-Americana, mas é de prever que a sua sustentabilidade esteja, a prazo, afetada. Não só por serem de um modelo já com uma considerável idade - facto que os torna evidentemente pouco mais que obsoletos - mas porque as cadeias logísticas que os possam manter operacionais na arma aérea venezuelana, sejam afetadas pelas clivagens entretanto cavadas entre os dois países,
A vinda do SU-35 seria, por isso, de uma enorme importância para o regime de Chávez, seja do ponto de vista estritamente militar, como no plano diplomático e de relação de poderes e até de forças naquela zona.

0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>