sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

NEGÓCIOS DA CHINA (M568 - 42PM/2011)


Três J-11B em voo     Foto: Associated Press

Um ano após o colapso da União Soviética, um Kremlin descapitalizado começou a vender à China grande parte do seu arsenal militar, incluindo a então jóia da coroa da Força Aérea Russa, o Sukhoi Su-27.
Durante os 15 anos subsequentes, a Rússia foi o maior fornecedor de armas da China, fornecendo 20 a 30 mil milhões de dólares em caças, contratorpedeiros, submarinos, carros de combate, mísseis e parte de um porta-aviões. Venderam ainda a Pequim uma licença para fabricar o Su-27, ainda que com componentes fabricados na Rússia.
Hoje em dia o filão militar da Rússia acabou e o Chinês foi recentemente descoberto.

Após décadas de importação e de desmontagem do armamento russo, a China atingiu o ponto de inflexão: Já consegue fabricar as suas próprias armas avançadas, incluindo caças de alta tecnologia como o Su-27 e o porta-aviões está em fase de conclusão.

Os engenheiros chineses não só clonaram os aclamados aviónicos e radar do Su-27, como já fabricaram a última peça do puzzle: um motor chinês.

O J-11B, clone do Su-27, colocou a Rússia perante um dilema: continuar a vender armamento à China e arriscar ser clonado também, ou parar e perder definitivamente um mercado ainda lucrativo. Inicialmente  a opção foi a segunda, ao cancelar a venda do Su-33, versão do Su-27 com asas dobráveis para utilização em porta-aviões. Entretanto contudo, as negociações foram reatadas, apesar da rejeição da proposta chinesa que contemplava a compra de apenas duas unidades e insistindo numa encomenda maior.

A posição da Sukhoi no entanto é firme e acredita que não só a China acabará por comprar um largo número de Su-33, como também de Su-35, a versão melhorada do Su-27 se o J-11B não se revelar fiável, tal como prevêem. Segundo Sergei Sergeev, director da Sukhoi, "Uma coisa é fazer uma cópia de boa qualidade de uma colher, mas outra muito diferente é fazê-la de um avião".

Uma coisa é certa, enquanto entre 2001 e 2008 a China comprou 16 mil milhões de dólares em armamento russo, representando 40% das exportações de armamento daquele país, nos últimos 3 anos de Pequim não chegou a Moscovo nenhuma encomenda importante. Agora a China começa a exportar muita da sua própria produção de armamento, ultrapassando a Rússia nos países em vias de desenvolvimento, e potencialmente alterando o equilíbrio militar em vários pontos nevrálgicos do mundo, como Taiwan, Sudão, Irão e todo o Sul da Ásia.

A China começa a mostrar-se em feiras de material militar em que nunca tinha comparecido antes. A diferença está em que há 15 anos não tinham nada para mostrar, enquanto actualmente oferecem tecnologia razoável a um preço razoável.
Em 2009, num concurso para aquisição de caças em Myanmar entre o JF-17 chinês e os Mig-29 russos, o Mig-29 acabaria por vencer mas por valores inferiores aos inicialmente pedidos pelos russos. Já em 2010, num concurso no Egipto com os mesmo concorrentes, a China ofereceu o JF-17 por menos 10 milhões de dólares que os Mig-29 russos. A partir deste episódio o Kremlin pondera suspender o fornecimento  de motores russos para o J-11B.

Entre os potenciais compradores de caças de fabrico chinês estão Sri Lanka, Bangladesh, Venezuela, Nigéria, Marrocos e a Turquia. Até ao momento a China tem cumprido os embargos de armas ao Irão, mas é impossível adivinhar o que o futuro trará.

A entrada em funcionamento do porta-aviões chinês para já, vai colocar à prova a supremacia dos EUA no Pacífico ocidental.

Porta-aviões chinês em testes de mar a 8/12/2011               Foto: AP Photo/DigitalGlobe



Fonte: The Wall Street Journal

0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>