domingo, 20 de fevereiro de 2011

ESQUADRA VIRTUAL "OS CORVOS" - 69th VFS (M473 - 7PM/2011)


Os fãs do "Top Gun" podem finalmente imitar as famosas manobras do filme

Os reabastecimentos em voo são uma das notas de realismo colocadas nas missões


É possível voar em diversos modelos, nacionalidades e pinturas, como o famoso 15115 da FAP



O armamento da aeronave

Em 1998 aparece no mercado um simulador de voo militar que viria a redefinir todos os padrões que serviam, até então, de aferição: o Falcon 4.0, da Microprose.
O seu sucesso, apear do “bugs” iniciais, é imediato, e com ele começam a surgir, um pouco por toda a parte, fãs, comunidades e, inevitavelmente, esquadras.
A “Falconmania” é de tal forma que passados 13 anos (um recorde inédito no mercado dos simuladores de voo militares) a febre ainda continua. O simulador passou, entretanto, por vários upgrades na forma de patches, packs e add-ons.
É neste contexto que vemos nascer, em 2008, tanto quanto pudemos apurar, a primeira esquadra virtual portuguesa de F-16: a 69th Virtual Fighting Squadron “Os Corvos”.
A 69th VFS Corvos, foi fundada na primavera de 2008, por um conjunto de entusiastas da aviação de combate e simulação aérea, tendo como principal objectivo simular o dia-a-dia de um piloto de caça de F-16.

As actividades da esquadra envolvem o treino de procedimentos, planeamento de missões e a sua execução.
O funcionamento da esquadra também prevê a formação de pilotos virtuais novatos (IQT) e pilotos experientes (AWT) de Falcon 4, numa "escola" que ensina desde os princípios básicos de pilotagem, até ao treino avançado de armas. Uma vez finalizado o IQT (Initial Qualification Training), o aspirante recém promovido a Tenente, é colocado na Esquadra como piloto activo, com autorização para participar nas diversas acções previstas, tais como: operações COMAO com outras esquadras, operações tácticas (OPTACS), torneios internos, etc. 

Os tipos de missão voados são:
- Operações de Luta Aérea Defensiva (DCA)
- Operações de Luta Aérea Ofensiva (OCA)
- Operações de Defesa Aérea em apoio a operações marítimas  (TASMO)
- Operações Anti-Superfície (ASFAO)
- Operações de Ataque anti-aéreo (CA)

Apesar da preocupação com o realismo, é intenção da esquadra que todos os seus membros desfrutem de um ambiente agradável, de camaradagem e onde todos possam apreciar este “hobbie”.
Para aderir a "Os Corvos" não existem requisitos mínimos de conhecimentos para iniciar, bastando para tal efectuar o "curso" referido anteriormente e evoluir naturalmente com a experiência adquirida. O Falcon 4 é um simulador e não um jogo de aviões e como tal não se pode nem deve pretender aprender tudo em pouco tempo, uma vez que retrata a realidade muito aproximadamente.


Planos das missões

Para jogar Falcon 4 não são precisas grandes exigências de hardware, sendo a configuração mínima um Pentium 4 com 2G ram e uma Placa Gráfica dedicada com 128Mb, sendo o mais importante mesmo este último item.
Em termos de investimento em acessórios, não é também significativo, sendo que um joystick mínimo deverá custar cerca de 30€. Com o aumento do entusiasmo e a busca pelo realismo poderão adquirir-se outro tipo de acessórios que dependerão das possibilidades financeiras de cada um.

Algum do equipamento que se pode usar com o Falcon 4
Aconselham-se por isso os interessados ou simplesmente curiosos, a visitar a comunidade Portuguesa de Falcon 4 em www.falcon4portugal.com onde diversos membros prontamente responderão às dúvidas que possam existir e ajudar na integração neste mundo fabuloso que é a realidade virtual.
Para voar na Esq 69th "Os Corvos", deverão visitar o site da esquadra em www.69thvfscorvos.com manifestando a intenção de voar de forma mais regular e pertencer aos Corvos, podendo assim vivenciar a experiência de um piloto de esquadra, em voos cooperativos com outras esquadras internacionais, ou até em exercícios internacionais como o Red Flag Virtual entre outros.
Tal como o lema da esquadra: ”SEJA NOITE OU SEJA DIA!”

Texto: Bruno "Topcat" Mota com adaptação de Paulo "Wildething" Mata

Stand de divulgação da 69VFS Corvos no "Monte Real Spotters Day 2010" na BA5

A curiosidade e afluência de público à esquadra virtual

Um antigo comandante da BA5 não se coibiu de voar também no Falcon 4

0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>