quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

HELICÓPTEROS (M474-8AL/2011) (Parte I)

Os Pássaro de Ferro não são só aviões, sejam eles de que tipo, forma ou "feitio" forem.
Pássaros de Ferro são também os helicópteros. Umas máquinas fantásticas que desafiam as leis do voo  e do tempo e que, entre muitas outras coisas úteis que possibilitam, vão onde os aviões não conseguem ou não podem por vezes ir.

Um Alouette II, que depois de ter servido na FAP, foi usado pela Brigada de Trânsito da GNR para controle e fiscalização de tráfego. Obrigado ao senhor de camisa branca e barba (na foto) a olhar para o AL-II), justamente o coleccionador destas fotos...

 Outro Alouette II, ainda com as cores da FAP, fotografado no Museu do Ar, em Sintra.

 Alouette III, supostamente fotografado algures no ultramar.

 Um AL-III em Monte Real, nos anos 80.

 Também na BA5, em Monte Real e com flutuadores... Os pilotos chamavam-no de "Pantufas"!

Em exposição estática, na BA5 - Monte Real, no início da década de 90, onde se vê também o A-7P 5521, que ainda hoje permanece naquela base!

 Uma mira instalada no AL-III s/n 9372.

 Um AL-III com lançadores de foguetes CRV-7.

 Um AL-III estacionado algures no antigo ultramar nacional, na altura em que cumpriam muitos papéis na guerra e onde granjearam grande parte da fama e glória que ostentam.

Esta série de imagens surge quase como um tributo aos helicópteros que voaram e voam ainda sob a Cruz de Cristo e a bandeira nacional. Imagens históricas que avivam e arrumam os cantos da memória, fazendo-nos entender quão importantes são estas máquinas na vida de tantas pessoas.
Esta primeira parte apresenta imagens do mítico Alouette - II e III. Se do primeiro pouco mais restam que os exemplares de museu, já do Alouette III só se podem dizer coisas boas, por mais vicissitudes que estas máquinas tenham protagonizado. A história da aviação militar em Portugal é-lhes positiva e demasiadamente intrínseca e rica.
É um helicóptero que resiste ao tempo, há quem diga, "eterno", porque se sucede a ele próprio, contra a modernidade e a cavalgada da tecnologia... 
E tantos anos depois, ainda hoje a sua silhueta e barulho inconfundíveis povoam os céus nacionais.

Crédito das fotos: Colecção Carlos Costa, via Paulo Moreno

Nota: Amanhã, 5ª feira, a segunda parte desta série dedicada aos helicópteros, desta feita com imagens já "vetustas" do grande SA 330 Puma.

0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>