domingo, 25 de setembro de 2016

DIA DE BASE AÉREA ABERTA [BA5-MONTE REAL] (M1859 - 39/2016) [Parte III]

Nesta última parte, lançamos um olhar ao "contingente" belga presente na BA5, em mais um dos habituais destacamentos em Monte Real, para operações conjuntas com as duas esquadras que operam os F-16 em Portugal, a 201 - Falcões e a 301 - Jaguares. Destaque para o avião com a pintura especial, comemorativa dos 25 anos do OCU belga, presente na exposição estática.









 
O Pássaro de Ferro deixa também o olhar pousado sobre a presença humana naquele evento, estimada em cerca de 16 mil pessoas que, como é bom de ver, coloca os olhos, o espanto e a admiração nas máquinas que rasgam o céu e administram de forma soberana os níveis de ruído.
É sempre uma oportunidade de estar próximo de aviões que frequentemente são notícia, sobretudo pelas missões internacionais que asseguram, como foi caso recente no patrulhamento aéreo do Báltico.
É também uma forma de aproximar as pessoas do meio militar e do reconhecimento do seu trabalho.






Destaque também para a presença de várias dezenas de spotters (indentificáveis pelos seus coletes refletores) que, como se diz numa certa e específica gíria, "fizeram o gosto ao dedo", disparando milhares de vezes os obturadores das suas máquinas com lentes de diversos tamanhos e alcances, fazendo de certa forma jus ao lema da Base Aérea nº5: "Alcança quem não cansa!" 


Edição e texto: Pássaro de Ferro
Fotografia: Paulo Fernandes

0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>