segunda-feira, 17 de março de 2014

OS CORTES NA USAF (M1477 - 92PM/2014)

F-15C de Portland, Oregon     Foto: John Hughel/USAF

A 10 de março, a Força Aérea dos EUA (USAF) revelou planos específicos para cortar nas suas frotas de aeronaves nos próximos cinco anos.

Os planos para cortar 50 F-15C começam já no Ano Fiscal 2015, com consequências nas frotas ativas. 21 F-15C fora dos EUA serão retirados, juntamente com dois da base aérea de Nellis, Nevada.
Os cortes na Guarda Aérea Nacional (ANG) começam todos no Ano Fiscal 2016, com o maior impacto a acontecer no Oregon, que perderá 15 Eagles. Três F-15C serão também abatidos ao serviço na Califórnia, Massachusetts, Flórida e Luisiana. Estes cortes, descritos no pedido para o orçamento de 2015, vêm com os planos da USAF para cortar as frotas inteiras de A-10 e U-2. Contudo, como a poupança com essas frotas não era suficiente, obrigou a que cortes adicionais fossem planeados.

A-10C "Warthog" da USAF         Foto: William Greer/USAF

"Adicionalmente ao desinvestimento na frota, tivemos que tomar a difícil descisão de reduzir o número de caças táticos, aviões de comando e controlo, ataque eletrónico e meios de transporte aéreo, para podermos reequilibrar a USAF em termos de tamanho a ser suportado pelos níveis de financiamento esperados" disse o Chefe de Estado Maior da USAF, Gen. Mark Welsh num comunicado. "Sem estes cortes não vamos ser capazes de recuperar os níveis de prontidão necessários".

O anúncio de reestruturação também inclui planos para retirar a frota de Predator, num total de 84 VANTs. Outras bases verão os seus Predator substituidos pelo mais recente Reaper entre 2015 e 2017.

A eliminação do A-10 de serviço ativo, que enfrenta alguma oposição política, começará em 2015, com a ANG de Idaho a transitar para o F-15E. As unidades que operam o A-10 em Osan (Coreia do Sul), Moody, Davis Monthan e Eglin serão extintas. Outras unidades serão convertidas para outras aeronaves, nomeadamente KC-135 em Selfridge (ANG), F-16 em Whiteman (USAFR), Davis Monthan (USAFR) e Fort Wayne (ANG) e C-130J em Martin State (ANG).

Todos os cortes terão que ser sancionados  pelo Congresso, como parte do orçamento do Ano Fiscal 2015.

Fonte: Air Force Times
Tradução e adaptação: Pássaro de Ferro






0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>