segunda-feira, 30 de setembro de 2013

F-35 COM NOVOS CONTRATOS A CUSTOS INFERIORES (M1192 - 283PM/2013)

Linha de F-35A em Edwards, Califórnia    Foto: Lockheed Martin


O Departamento de Defesa dos EUA finalizou um acordo com a Lockheed Martin, para dois contratos no valor de 7100 M USD de produção de 71 caças de 5ª Geração F-35 Lightning II.

O Pentágono anunciou o acordo, para o sexto e sétimo lote de aeronaves, que exclui motores, ao final da passada sexta-feira. Tanto o Governo , como o fabricante, chamaram ao acontecimento "uma marca histórica", que tem em conta esforços para reduzir os custos do programa.

O F-35 é como sabido, o programa de aquisição de armas mais caro de sempre nos EUA, estimado em 391.000 M USD, para o desenvolvimento e compra de um total de 2457 Joint Strike Fighters (JSF).

"Com cada lote de sucessivo de produção, os custos têm caído" disse Lorraine Martin, vice presidente da Lockheed Martin e gestora geral do programa F-35. "É uma tendência que esperamos continuar, à medida que o programa progride para produção à escala total e maturação operacional".

O que falta confirmar, é se a redução de custos é suficiente para apaziguar as críticas ao programa em Capitol Hill (NR: Congresso dos EUA). Ainda este mês o congressista republicano John McCain e candidato presidencial derrotado em 2008, intitulou o esforço dedicado ao programa F-35 "pior do que uma desgraça" e "um dos maiores escândalos nacionais".
 O contrato para o sexto lote, de 36 aviões, avaliado em 4440 M USD, é cerca de 2,5% mais baixo do que o atual valor. O novo acordo prevê um custo por unidade de 23 F-35A (versão de descolagem e aterragem convencionais), na ordem dos 103M USD. Seis F-35B (versão STOVL para uso pelos Fuzileiros Navais) a 109 M USD por unidade e sete F-35C (variante naval) a 120 M USD por unidade. As aeronaves correspondentes, começarão a ser entregues no segundo trimestre de 2014.

Já o sétimo lote, prevê a aquisição de 35 aeronaves, no valor total de 3400 M USD (menos 6% do que os valores atuais) e inclui 24 F-35A a 98M USD cada, 7 F-35B a 104 M USD e 4 F-35C a 116 M USD. As aeronaves deverão ser entregues a partir do segundo trimestre de 2015.

Segundo as condições anunciadas, a Lockheed Martin pagará qualquer derrapagem de custos. Contudo, custos relacionados com o Programa de Desenvolvimento e Demonstração serão divididos entre o fabricante e o Governo, numa relação de 80/20 respetivamente.

O motor Pratt & Whitney F135 que equipa o parelho, é alvo de contrato separado.

Fonte: DoD Buzz
Tradução e adaptação: Pássaro de Ferro


0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>