terça-feira, 2 de julho de 2013

V-22 OSPREY CHEGAM AO REINO UNIDO (M1062 - 186PM/2013)



Com a chegada dos dois primeiros CV-22 Osprey a Mildenhall a 24 de junho de 2013, o Grupo de Operações Especiais 352 (352 SOG) ressuscitou uma capacidade chave.
As aeronaves são as primeiras de um grupo de dez, que deverá ficar completo até ao final de 2014. Os CV-22 preencherão a partir de agora parte do papel desempenhado até agora pelos helicópteros MH-53 Pave Low, combinando as capacidades de aterragem e descolagem verticais e voo estacionário de um helicóptero, com o longo raio de ação, eficiência de combustível e velocidade de uma aeronave de asa fixa.
Esta nova aquisição para o 7 º Esquadrão de Operações Especiais (7º SOS), reforça a capacidade da unidade em responder rapidamente para distâncias maiores: "Traz um novo recurso para o teatro (Comando Europeu), que não tem existido por aqui há já um tempo. Desde que o MH-53 partiu, partiu com ele a nossa capacidade de inserção vertical ", disse o tenente-coronel Chris Goodyear, oficial de operações do 7º Esquadrão de Operações Especiais. 
A chegada do CV-22 a base da RAF em Mildenhall, solidifica ainda mais a duradoura parceria entre forças dos EUA e do Reino Unido . Forjada a partir da necessidade de união durante a II Guerra Mundial, as forças dos EUA e do Reino Unido formaram um vínculo que tem resistido ao teste do tempo e é mais válido hoje do que nunca. 
A expansão do 352 SOG, permite que os dois países continuem a trabalhar juntos, beneficiando de mais equipamento moderno e pessoal adicional. O destacamento no Reino Unido por outro lado, permite que as forças dos EUA trabalhem de forma integrada com os seus aliados e o treino num ambiente externo. 


O 7th SOS executa missões de inserção de longo alcance, extração e operações de reabastecimento, de dia ou de noite e em quaisquer condiçõe  meteorológicas. O esquadrão pode ainda apoiar a evacuação de civis e efetuar auxílio humanitário. A Velocidade da aeronave permite atingir os seus objetivos mais rápido que o seu antecessor e é um ativo comprovado em combate. Além disso, quando em "modo avião", é uma aeronave mais silenciosa do que qualquer outra de asa rotativa, o que é sempre benéfico quando em território hostil. 


A chegada do CV-22 marca o início de um novo capítulo numa parceria duradoura, mas também é o início de uma nova era em que a modernização e aumento de capacidade são uma realidade para os aviadores da 352 SOG . "As novas plataformas aéreas (CV-22B Osprey e MC-130J Commando II) trazem uma frota modernizada e novas capacidades", disse Goodyear. "Cada uma delas tem características únicas e o teatro de operações vai poder desfrutar delas agora - é um momento emocionante." terminou.

Fonte: USAF
Fotos: Stephen Lynch/USAF
Tradução e adaptação: Pássaro de Ferro

0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>