domingo, 12 de maio de 2013

"DAMBUSTERS": RAF COMEMORA 70 ANOS DO RAIDE ÀS BARRAGENS ALEMÃS (M990 - 132PM/2013)

Tornado com pintura comemorativa dos 70 anos da Operação Chastise    Foto: UK MoD/Crown

Há setenta anos atrás, a II Guerra Mundial vivia talvez do seus seus dias mais sombrios, com os bombardeamentos a alvos civis, de parte a parte.
Apesar da escalada ter tido início num engano da Luftwaffe, a verdade é que então ninguém parou para perguntar a razão do ataque ao centro de Londres, e as retaliações à Alemanha não se fizeram esperar, na mesma moeda.
Uma vez dado o início a esse novo nível de agressão, já não havia retorno. Além dos alvos com valor militar, a destruição de alvos civis tinha como intenção castigar o inimigo e abalar-lhe o moral.
Foi dentro deste estado de coisas que surgiu a "Operação Chastise", em que a Royal Air Force (RAF)visava bombardear com sucesso, seis barragens no vale do Ruhr.
Tal desiderato foi conseguido, através de bombardeiros Lancaster e um engenho explosivo fabricado especificamente para o efeito, já que as bombas convencionais usadas até então poucos ou nenhuns estragos tinham conseguido, e os torpedos eram ineficazes, devido ao uso de redes de proteção nas águas da barragem. Era a "bomba saltitante", de elevada carga explosiva e que ao ressaltar à superfície da água até encontrar um obstáculo, permitia resolver as limitações do bombardeamento convencional ou dos torpedos.

A bomba saltitante

Esquema de funcionamento da bomba    Imagem: RAF

Testes com a bomba saltitante
Das seis barragens visadas apenas duas seriam realmente danificadas, com consequências desastrosas para as zonas a jusante, tal como previsto e era objetivo da operação.
O raide significou contudo, também sérias perdas para o grupo atacante, com oito dos dezassete aviões que participaram no ataque abatidos ou despenhados, e um tributo de 53 vidas.

Uma das barragens danificadas

A RAF comemora este ano por isso o lendário raide, através de várias iniciativas destinadas a lembrar os seus heróis, incluindo uma pintura especial de um Tornado da Esquadra 617 que executou a missão em 1943.
Para 16 de maio, dia em que efetivamenet se cumprem 70 anos sobre o raide, está prevista uma passagem de um dos dois únicos Lancaster ainda em condições de voo no mundo, e de Tornados da Esq 617, sobre a barragem de Derwent.

O Tornado com pintura comemorativa da Esq 617 e um Lancaster


Nota: Sobre a Operação Chastise, foi recentemente publicado nas edições da revista Mais Alto (nov/dez 2012 e jan/fev 2013) um excelente artigo em duas partes de autoria do Maj. Adelino Cardoso.


0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>