quinta-feira, 21 de março de 2013

PORTUGAL VOLTA A COMANDAR A EUNAVFOR NO ÍNDICO (M920 - 26AL/2013)


 Fragata NRP Álvares Cabral - F331, com um helicóptero Super Lynx em aproximação. (Foto: EMGFA)

A fragata Álvares Cabral, da Marinha Portuguesa largou hoje da Base Naval de Lisboa (BNL) rumo ao Oceano Índico, por um período de 5 meses, para participar, como navio-almirante, na "Operação Atalanta" da União Europeia.
O Ministro da Defesa Nacional, José Pedro Aguiar-Branco, o Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas, General Luís Esteves de Araújo e o Chefe do Estado-Maior da Armada, Almirante José Saldanha Lopes estiveram no navio e acompanharam a sua saída..
A "Operação Atalanta" teve o seu início em 2008 e tem como principais objetivos assegurar a proteção dos navios que transportam ajuda humanitária para a Somália, no âmbito do PAM - Programa Alimentar Mundial da ONU e, simultaneamente, efetuar ações de combate à pirataria no Mar Vermelho, Golfo de Áden, Golfo de Omã e em toda a Bacia da Somália, incluindo a parte norte do Canal de Moçambique, contribuindo deste modo para a segurança marítima naquelas regiões. 

 Uma embarcação pirata e ao fundo, o navio  de Guerra português, sendo visível o helicóptero Lynx.
(Crédito da foto: TVI24)

A fragata Álvares Cabral estará nesta operação como navio-almirante, sendo que Portugal assume, pela segunda vez, o comando da Força Naval da União Europeia (EUNAVFOR) naquela área.
O Comodoro Jorge Novo Palma, oficial português que comanda a Força Naval, irá permanecer embarcado a bordo da Álvares Cabral com um Estado-Maior multinacional constituído por 24 militares de Portugal, Bélgica, Alemanha, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Letónia, Holanda e Suécia.
O vaso de guerra nacional é comandado pelo Capitão-de-mar-e-guerra Nuno Sobral Domingues, dispõe de um helicóptero Super Lynx mk95 e a sua guarnição é constituída por 188 militares. No total, incluindo o Comandante da Força Naval, o Estado-Maior e a guarnição do navio, a fragata irá cumprir a missão com 211 militares a bordo, dos quais 22 são do sexo feminino.

Fonte: Marinha de Guerra Portuguesa
Adaptação: Pássaro de Ferro

0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>