terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

ESPANHA RETIRARÁ ESTE ANO DO ATIVO, OS SEUS ÚLTIMOS MIRAGE F1 (M872 - 11AL72013)

Um Mirage F1 espanhol rola rumo à pista da Base Aérea de Beja, durante o NTM 2002.

Ainda não há uma data definida para os míticos Mirage F1 da Base Aérea espanhola de Albacete fazerem a sua despedida dos céus.  Este fim de linha deverá acontecer durante o corrente ano, sendo que os Eurofighter Typhoon (C-16) serão os senhores que se seguem, para assumir o legado dos lendários F1. 
Esta informação foi confirmada pelo Chefe da Defesa (CHOD) e Chefe da Aeronáutica Espanhola, Garcia Fernando Sanchez e Javier Arnaiz Francisco Garcia, respectivamente, durante sua visita a Albacete onde já está instalada uma esquadra (Ala 14) de Eurofighter, com 11 aparelhos e permanecem ainda os últimos oito Mirage F1.

Um Mirage F1, acompanhado pela respetiva panóplia, fotografado em Albacete durante o TLP, em fevereiro de 2011.

Ambos os tipos de aeronaves coexistem naquela Base Aérea desde 1 de maio de 2012, embora tenha sido em janeiro último que o Eurofighter assumiu serviço QRA - Quick Reaction Alert, como parte integrante do sistema nacional espanhol de defesa aérea. O Mirage F1, também conhecido na arama aérea espanhola como o C-14M, está perto de completar as 200 mil horas de voo, uma marca a todos os títulos impressionante e será, seguramente, um avião que deixará muitas saudades entre os pilotos espanhóis e em todos os entusiastas da sua elegante e característica silhueta.

Fonte: Laverdad
Adaptação: Pássaro de Ferro

0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>