terça-feira, 22 de setembro de 2009

PORTUGAL AIR SHOW 2009

























No passado fim-de-semana, o aeródromo de Évora foi palco de mais uma edição do Portugal Air Show, facto sobejamente sabido por toda a comunidade de aficionados da aviação, dentro e além fronteiras.

Como atracções este ano aguardavam-se raridades como o Sea Fury, um P-51 Mustang e um Antonov An-2. O programa integrava ainda demonstrações de Lynx da Marinha, da esquadrilha acrobática espanhola “Patrulla Aguila” em C-101 Mirlo, dos “Rotores de Portugal” em Alouette III, dos “Smokewings” em Yak-52 e a exibição solo de António Ideias no seu Extra 300. Para apimentar o programa, passagens de F-16 da Força Aérea Portuguesa.

Motivos por isso mais do que suficientes para levar connaiseurs e plebeus a deslocarem-se algumas centenas de quilómetros se necessário, para marcar presença.

Algumas contrariedades no entanto levariam a empobrecer o espectáculo, tendo à última da hora sido canceladas as presenças do P-51 Mustang e Antonov An-2, estrelas maiores do certame.

Do programa reservado para domingo, as actuações realmente realizadas estiveram no entanto em bom plano, com especial destaque para a “Patrulla Aguila”, que embora não sendo novidade no nosso país, arrancaria uma demonstração irrepreensível, incluindo as manobras exclusivas pelas quais é conhecida.

Igualmente entusiasmante a exibição de António Ideias, que não deixa nunca ninguém indiferente, para além do Hawker Sea Fury, único sobrevivente dos clássicos previstos para a edição deste ano do Portugal Air Show.

Um Piper Cub e um quase incontável número de voos em aeronaves civis povoariam os céus de Évora durante todos os tempos mortos, proporcionando voos aos visitantes que se candidataram.

O espaço destinado a expositores albergou um sem-número de stands, rodeando as aeronaves em exposição estática, e incluíu os três ramos das forças armadas, associações de profissionais, entusiastas, empresas de tecnologia, transporte, merchandising, brinquedos e o que mais se pudesse imaginar, sinal de que o sector continua atento às oportunidades de se mostrar. De salientar a presença de um expositor da Unidade de Aviação do Exército, cujos helicópteros têm (finalmente) data de entrega prevista para 2012.

O Portugal Air Show regressará em 2011, espera-se que com melhorias a nível de organização, nomeadamente no que respeita à visão para a pista (se as bancadas são de saudar, o exíguo espaço entre as traseiras dos stands e a vedação de pista estrangulou o acesso do público), bem como o site do evento, alvo de queixas de muitos internautas que em busca de informação, se deparariam com um bug que impossibilitou o seu visionamento quando mais necessário, aliado a uma tardia definição do programa.

O Portugal Air Show está encerrado por este ano, ficando para a posteridade as fotos que registam alguns dos momentos altos da edição de 2009.



3 Voaram em formação:

underdog disse...

uui, até parece que a força aérea portuguesa não esteve lá............

Paulo "Wyldething 07" Mata disse...

Caro underdog, vai ter que explicar isso melhor, uma vez que se menciona a presença dos F-16 e Rotores de Portugal ;)

Rafael disse...

...foi pena os Asas não poderem ir devido á papelada!

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>