quinta-feira, 6 de agosto de 2009

FESTIVAL FAP '88 - Parte III


Cessna T-37C - Asas de Portugal (formação clássica)


Cessna T-37C - Asas de Portugal (formação clássica)



Formação Fiat G-91


Como tinha falhado o festival de 86 por ter sido erradamente anunciada a data na Mais Alto, e o de 87 também já dei conta dos contratempos que o rodearam, o Festival de 88 tinha que compensar tudo o que estava para trás. Tanto mais que era um verdadeiro caso de “a montanha foi a Maomet” porque o Festival se realizava em Coimbra de onde sou natural.
Mas a nuvem negra que ataca mesmo no dia de céu mais limpo, aguardava a oportunidade para ensombrar o acontecimento, sob a forma do casamento de um familiar.

Para o tão aguardado fim-de-semana do festival estava reservada uma boda. Conflito de interesses incontornável. Todos os argumentos esbarraram na inflexibilidade dos meus pais preterirem o casamento para ir ao festival aéreo. O melhor que consegui foi a promessa de seguir para o aeródromo de Cernache onde se realizava o evento, mal acabássemos de comer.
Como toda a gente sabe as coisas não se passam assim tão linearmente, e entre mais dois dedos de conversa e o sai-não sai, chegámos a Cernache já o festival decorria. Dois quilómetros a correr a pé porque devido a chegar tarde tudo estava engarrafado, e perdemos a atracção maior, o A-7 a lançar um míssil (ou disparar o canhão, as opiniões divergem).
O resto do festival foi de boa memória e registei mesmo numa cassete áudio no gravador do ZX Spectrum (foi o melhor que se arranjou porque não tinha câmara de vídeo) sons dos T-37, T-33, G-91 e ainda a exibição solo do A-7, conforme o António Luís também já tinha mencionado, na sua versão dos acontecimentos.
Alguns destes sons ainda ouço todos os dias, ao iniciar e encerrar o Windows do meu computador (que já não é o Spectrum!)
Mas ficou a mancha de não ter sido ainda o festival para desfrutar de uma ponta à outra.

À semelhança do ano anterior em que os Dire Straits ficaram ligados ao NTM87, a banda sonora de 88 foi o tema "Mine all mine" dos Van Halen. Não há uma vez que ouça essa música que não seja transportado no tempo e no espaço para aqueles momentos, apesar de tudo inesquecíveis.


1 Voaram em formação:

António Luís disse...

Se bem te lembras, uma das mais tenebrosas sombras que pairaram sobre o evento era a possibilidade dos "nossos" A-7P não se fazerem representar.
É que escassos meses antes, a frota parou por completo, devido aos famosos problemas técnicos nos motores.
Contudo, eles lá apareceram e em força.

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>