terça-feira, 31 de março de 2009

VOO INVERTIDO



Esta foto foi captada no festival aéreo de 1996 em Beja, ao fim do dia, quando a maioria dos espectadores voltava já costas às máquinas que os entretiveram todo o dia e se encaminhavam para a saída.

Um petiz com talvez uns 10, 11 anos, hoje já seguramente um homem, divertia-se então como só as crianças sabem divertir-se, a andar sobre as mãos por entre as aeronaves estacionadas, à semelhança de um qualquer protagonista de exibição solo a efectuar voo invertido.

É parte dessa inocência que nos permite desfrutar a vida quando somos pequenos e que depois perdemos quase na totalidade - por entre responsabilidades e (auto)imposições sociais - que está ainda assim presente no spotter que, pese embora o facto de muitos os considerarem os “maluquinhos dos aviões”, estão pouco se marimbando para o que os outros pensam.

Quem nunca sentiu um fluxo de adrenalina ao presenciar a descolagem de um F-16 em full AB, ou uma rapada a queimar o Mach 1, ainda não viveu.

Parafraseando o conhecido spotter e nosso amigo Jorge "Nuvem Negra 21" Ruivo, “eu nem gosto de ir à pesca”…


0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>