sexta-feira, 10 de outubro de 2014

ESTADOS UNIDOS PROLONGAM VIDA DO F-16 (M1697 - 99AL/2014)

 Foto: Lockheed Martin

A Força Aérea dos Estados Unidos está a avançar com um importante esforço para estender a vida útil de 300 caças Lockheed Martin F-16C/D como "medida paliativa" até que o F-35 Lightning II esteja operacional em número suficiente.
O objetivo é prolongar a vida útil dos aviões de 8.000 para 12.000 horas de voo, submetendo as aeronaves a testes estruturais e realizando atualizações  para "Blocos" mais recentes.
Como parte deste programa, a Lockheed Martin completou uma série de testes de durabilidade numa unidade Bloco 30 e está em fase de conclusão de identicos testes, em grande escala, num F-16C Bloco 50, que começaram em dezembro de 2012.
Estes testes deverão estar completos no primeiro trimestre de 2015 e estão a ser feitos esforços para diminuir o tempo de intervenção nos aviões.
As aludidas intervenções visam também perceber o que se passou com alguns aviões F-16D, que frecentemente foram forçados a suspender a operação devido a problemas estruturais nas longarinas.
O programa prevê que os kits de modificação serão adquiridos em 2017 com a instalação a iniciar-se no ano seguinte. Até lá, as operações devem centrar-se na realização de testes estruturais nos kits tanto no solo como em voo e decorrerão até 2016.

Fonte: FG
Tradução e adaptação: Pássaro de Ferro
 

1 Voaram em formação:

andre duque disse...

Grande f-16 ainda está para as voltas.

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>