domingo, 18 de agosto de 2013

TRÊS SCRAMBLES EM DUAS HORAS (M1121 - 238PM/2013)


Parelha de Mirage 2000 de alerta - Permanence Operacionnelle

Enquanto para a maioria dos franceses, o verão é sinónimo de férias e de relaxamento, a Força Aérea Francesa continua a monitorizar e a fornecer serviços públicos para garantir a segurança dos seus cidadãos . Este é o caso do policiamento aéreo. conduzido 24/24horas e 365 dias por ano pelo Centro Nacional de Operações Aéreas  (ACON), localizado na Base Aérea 942 em Lyon-Montverdun.

Assim, no dia 8 de agosto de 2013, os caças de alerta (Permanence Opérationnelle - PO) descolaram três vezes em menos de duas horas para assegurar a identidade ou ajudar em voo aeronaves com falha no contacto radio.

Designado comloss em linguagem técnica, a perda de contacto radio com aeronaves que voam em espaço aéreo francês é bastante comum. A 8 de agosto passado, pouco antes das 11 horas a ACON foi informada por um centro militar de coordenação e controlo (CMCC) de que um avião de passageiros britânico havia perdido contacto rádio. Em poucos minutos um Mirage 2000-5 de alerta em Creil, descola e interceta a aeronave, sob as ordens da Alta Autoridade de Defesa Aérea (HADA). 
Às 11:48 horas é a vez de um Mirage 2000RDI de Orange descolar para intercetar outro avião de linha aérea em comloss entre Espanha e Itália. 
Finalmente às 12:09 horas, o mesmo cenário ocorre, mas com os Rafale de alerta a descolar de Mont de Marsan para intercetar uma aeronave proveniente da Alemanha com destino à Espanha. Pelas 12:30 os Rafale já estavam de regresso à sua base.

Na maioria das vezes o comloss é uma perda de contacto rádio e não uma avaria total, que obrigaria os aviões de alerta a escoltar a aeronave em dificuldades até à pista de aterragem adequada mais próxima. Contudo, a falta de comunicações é também suscetível de poder ocultar um ato ilícito a ocorrer a bordo. É por isso que cada comloss tem que ser tratado com o máximo cuidado. A perda de contacto rádio por alguns minutos, rapidamente mobiliza toda a cadeia de defesa aérea: dos controladores de tráfego aéreo encarregues de monitorizar os céus, à sala de conduta e interceção do ACON, até aos pilotos de alerta, permanentemente de sobreaviso.

Alerta despoletado
Durante 2012, 128 aeronaves sem contacto rádio foram detetadas, das quais 36 foram objeto de interceções. Durante os primeiros seis meses de 2013 foram já registados outros 76 casos, tendo 20 sido alvo de interceções pela Força Aérea Francesa.

Fonte: FA Francesa
Tradução: Pássaro de Ferro


0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>