domingo, 2 de dezembro de 2012

ENTERPRISE: REI MORTO REI POSTO (M781 - PM132/2012)

O CVN-65 nos últimos dias de operações         Foto:US Navy/Jeff Atherton

O dia e a cerimónia oficial de desativação do porta-aviões USS Enterprise (CVN-65) foram escolhidos para anunciar a atribuição do mesmo nome ao terceiro porta-aviões da nova classe Gerald Ford.
Apesar de circular insistentemente o rumor e mesmo uma petição para que tal sucedesse, oficialmente a confirmação só chegou ontem, através de declaração em vídeo do Secretário da Marinha Ray Mabus:
"O USS Enterprise (CVN-65) foi o primeiro do seu tipo (nuclear) e durante 51 anos o seu nome foi sinónimo de audácia, prontidão e espírito de aventura. Raramente a nossa frota esteve sem um navio que carregasse esse nome. Decido manter essa tradição, não só pelo legado que invoca, mas porque o trabalho notável do nome Enterprise ainda não está completo."
O futuro USS Enterprise será designado CVN-80 e será o nono navio da US Navy a carregar esse nome.

Conceção artística dos navios da classe Gerald Ford              Imagem: Northrop Grumman

Os porta-aviões da classe Gerald Ford terão nova catapulta eletromagnética, novo reator nuclear, novo sistema de propulsão, gerador elétrico, sistema de cabos de travagem, controlo de equipamentos e sistemas de combate integrados, permitindo um aumento no número de saídas diárias de aviões em cerca de 33% e até quase 70% em curtos períodos de tempo (160 e 270 saídas respetivamente, contra as 120 da classe Nimitz). 
A automatização permitirá também diminuir a tripulação e as necessidades de manutenção, diminuindo por isso os custo de operação durante a vida útil do vaso de guerra, estimada em 120 anos. O novo convés de voo foi redesenhado, colocando a ponte de comando bem mais atrás na estrutura, o que permite aumentar a eficiência de operação no convés de voo para as aeronaves. Terá 327 m de comprimento por 77m de largura e será capaz de navegar a uma velocidade de 34 nós.


O novo Enterprise, tal como os outros dois porta-aviões da classe Gerald Ford em construção  atualmente (Gerald Ford e John Kennedy), serão fabricados nos estaleiros navais Huntington Ingalls Industries-Newport News na Virginia.

Operacionalmente, o agora retirado Enterprise (CVN-65) será substituído pelo USS Gerald Ford (CVN-78), com entrada em serviço operacional prevista para 2015. O novo Enterprise (CVN-80) está para já previsto entrar em serviço apenas em 2025 e deverá substituir o USS Eisenhower (CVN-69).



0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>