sexta-feira, 29 de junho de 2012

SMOKEWINGS - PARTE 2 (M679 - 68PM/2012)











Não se pense que formar e manter uma patrulha acrobática é fácil. Além dos óbvios custos com a aquisição das aeronaves, combustível e manutenção, há a contabilizar os custos na vida pessoal. Há que treinar para manter a performance com treinos específicos. E se as manobras básicas podem ser feitas nos batismos de voo, já o programa para as exibições requer atenção especial antes da época de festivais aéreos.
Entre vida profissional, treinos e exibições, a família acaba por sofrer algo com a dedicação à patrulha, embora Jorge Fachadas ressalve que mantendo um calendário equilibrado, acaba por haver compreensão por parte da família, que reconhece também a realização proporcionada pela patrulha.
Os Yak-52 em que voam, apesar de serem aeronaves de grandes dimensões (se compararmos com os Extra 300 por exemplo ou similares) sendo usados militarmente como aeronaves de treino, são "dóceis" e perdoam quase tudo, sendo de tato fácil e preciso.




São aeronaves no entanto que requerem bastante manutenção, "trabalho de chão". Gastam muito óleo e combustível, o que levou a equipa a estabelecer um regime de inspeções muito para além do indicado para o modelo. Preocupações com as condições das máquinas são a última coisa que pilotos e respetivas famílias precisam, bastando para tal o risco intrínseco que encerra a atividade da acrobacia aérea em si.
Os custos, numa primeira fase completamente sustentados pelos próprios pilotos são insustentáveis apenas nesse regime. Os patrocinadores são por isso essenciais para manter a atividade. Alguns patrocínios foram surgindo de forma pontual, embora segundo Jorge Fachadas, seja de estranhar numa atividade que proporciona tanta visibilidade como a acrobacia aérea, não haver mais adesão por parte de empresas que poderiam beneficiar dessa visibilidade. 




Quando confrontado com a pergunta acerca do futuro próximo dos Smokewings, Jorge Fachadas não adianta muitos pormenores, deixando no entanto subentender boas surpresas.
Qualquer que seja esse futuro, o público vai de certeza querer estar lá para ver!



0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>