quinta-feira, 13 de outubro de 2011

BREITLING WINGWALKERS (M544 - 28PM/2011)











 



Com raízes que remontam à I Grande Guerra, quando alegadamente  Ormer Locklear pela primeira vez abandonou a cabine do seu biplano para o reparar  em voo, o Wingwalking depressa se tornou num atractivo dos festivais e desfiles aéreos da época.
Gozando da liberdade apenas restringida pelo senso (ou falta dele) de quem efectuava o número, devido à ausência de normas para a prática, várias foram as mortes ocasionadas pela modalidade, incluindo o pioneiro Ormer Locklear.
Isto não impediu no entanto que se formasse um sem-número de Circos Voadores, sendo porventura o mais célebre de todos o Gates Flying Circus.
Mais tarde a grande depressão dos anos 30 nos EUA refrearia o entusiasmo e número de praticantes, sendo simultaneamente a modalidade acompanhada finalmente de regras para uma prática segura.

Nos dias de hoje e na velha Europa, os Breitling Wingwalkers são a equipa que mantém esta tradição viva, com exibições sempre coloridas, desde 1987. 
Este ano o Pássaro de Ferro teve oportunidade de registar três das suas exibições, das quais hoje aqui se apresenta testemunho.


Breitling rocks!

0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>