domingo, 23 de janeiro de 2011

SEMPRE O T-BIRD (M463-4AL/2011))

O T-33 serviu na Força Aérea durante 38 anos e voou 65 mil horas. 
Muitas gerações de pilotos ganharam asas nesta lenda da aviação militar, lançando-se nos céus de Portugal e do mundo e cumprindo o seu anseio que se fez sonho realizado.
O Pássaro de Ferro apresenta algumas fotografias da colecção de Carlos Costa, via Paulo Moreno e cujo autor, uma vez mais não é indicado por manifesto desconhecimento.

Formação cerrada de T-33 (s/n 1914), obtida do lugar de trás. 
Nesta fotografia, percebe-se perfeitamente o seu desenho simples, em "T" - T_Bird - típico dos anos 45/50 (de que o F-84 também é exemplo)  e ainda dos primeiros passos da era a jacto.

 O T-33 s/n 1905 em pleno voo.

De novo o T-33 s/n 1914, em formação cerrada sobrevoando a cimenteira de Maceira, perto de Leiria e da BA5.

 O pessoal da manutenção, em redor de um motor do T-33.


O T-33 s/n 1909 estacionado na BA5 - Monte Real.

3 Comentários:

Anónimo disse...

Espectacular! Mais um lote de fotos fantásticas de tempos que já lá vão. Gostei particularmente da foto da manutenção (até lhe senti o cheiro a óleo ...).
Ass: 5513

Manuel Victor disse...

Um grande avião, do qual me recordo de cada parafuso. Da foto da manutenção, recordo-me de todos,mas com grande saudade do homem das barbas (1º Luís), um homem um pouco "marreta", mas com o coração do tamanho do mundo.

Rui Sousa, Madeira Spotters disse...

Fantásticas!
Umas fotos da passagem pela Madeira é que era...

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>