segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

SOL DE INVERNO








A época do ano que ora inicia, embora muitas vezes irrite pelas más condições atmosféricas, e condicionantes que impõe ao amante da fotografia, proporciona ao mesmo tempo situações só possíveis quando a inclinação do eixo da terra localiza o sol bem baixo no horizonte e a luz assim filtrada se torna diferente das restantes estações.


Ao mesmo tempo, de quando em vez, e sempre que o objectivo do trabalho não é urgente, gosto ainda de fotografar em película. Já tive as minhas câmaras analógicas à venda e à derradeira hora retirei a última que me restava, por não ter coragem de me separar dela, numa decisão quase exclusivamente sentimental.

Ainda assim, a película consegue registar uma certa aura de romantismo e uma luminosidade (ainda) não imitáveis pela frieza dos códigos binários do digital, pelo que a decisão que tomei de não me desfazer de todas as câmaras analógicas, vejo agora, foi acertada.

Apesar de rendido ao digital por razões incontestáveis e incontornáveis, sou porventura ainda uma criatura analógica.


Fotos registadas em película Fuji Sensia ISO100, câmara Canon EOS 3, lente Canon 24-105 f4 L em 22/01/2008


0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>