quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

PAINT MARKINGS





As duas fotos acima pertencem às células 5527 e 15545 dos saudosos A-7P, tiradas já no seu local de repouso final, vulgo DGMFA.
À parte da degradação denunciada pelas cores desbotadas, as duas fotos à primeira vista não têm nada de especial.
Já se atentarmos um pouco melhor pode distinguir-se no entanto um objecto fálico voador na foto de cima e na de baixo uma girafa em atitude algo comprometedora.
Segundo consta, no dia seguinte a festa rija no bar da esquadra, alguns aviões apareciam misteriosamente adornados com este tipo de simbologia, que segundo os mais entendidos tinham até algo de sobrenatural, apresentando vestígios de plasma levemente etilizado.
Talvez esteja mesmo relacionado com os famosos círculos que aparecem nos campos de cultivo ingleses.
Ou não.

PS: Nao vá alguém levar a conversa acima a sério, recomenda-se que esta seja lida com uma certa dose de ironia.

2 Voaram em formação:

Kleber disse...

Não sei por lá, mas por cá os aviões ganham apelidos, e as paint marks devem estar relacionadas aos apelidos recebidos pelos aviões. Sendo assim, fico imaginando a que receberá nosso ACJ quando for descomissionado, já que foi apelidado de Air Force 51.

Paulo "Wyldething 07" Mata disse...

Olá Kleber, estas pinturas são normalmente partidas pregadas por umas esquadras às outras. Na foto de cima oferta da Esquadra 301, quando voava os Fiat G-91 e a de baixo creio ser do 306 USAF SQD quando estava na Holanda. Obrigado pela participação e continue a visitar o Pássaro de Ferro!

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>