segunda-feira, 30 de junho de 2008

Boulton-Paul Defiant







Lá está, mais uma história nos livros, em que um heroi qualquer (pois não era o Alvega), pertencia a uma esquadrilha da RAF que operava, primeiro de dia e depois mais tarde de noite, estes estupendos aparelhos que aliavam as características de um caça, á capacidade adicional de tiro, conferida através de um artilheiro por trás do piloto.
Um design clássico para a época, mas muito bonito, e com um nome fabuloso.
Imaginem o que seria, chegarem ao baile lá da paróquia na Inglaterra em plena guerra, e quando as miúdas vos perguntavam que avião voavam e voçês, deixavam as moçoilas a tremer dos joelhos quando as surpreendiam dizendo um nome que não era curriqueiro como um banal Spitfire ou Hurrincane, mas um nome estranho de sotaque quase francês (se não o é?): Boulton-Paul Defiant.
Ah, devia ser de gritos! Nem gastavam as senhas dos nylons, nem dos chocolates. Era tiro e queda...







1 Comentários:

kleber disse...

Bela aeronave Sr. Comandante... Seria possível outra postagem com dados técnicos e fotos? Amplexos.

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>