sábado, 16 de janeiro de 2016

O [NÃO] A-7G CORSAIR II (M1824 - 04/2016)


Na década de 70, a Suíça chegou a equacionar adquirir o A-7. Os estudos para a operação do Corsair II pela arma aérea helvética aconteceram, como testemunha a imagem de cima, em túneis de algumas bases aéreas daquele país dos Alpes. As aeronaves seriam do padrão D/E já operado pela USAF e USNavy.


A Vought, para de certa forma "animar" os decisores políticos a decidir pelo seu avião, chegou a fazer uma espécie de antevisão de como poderiam ser as aeronaves Suiças, conforme atesta a imagem.
Contudo, o governo suíço acabou, como se sabe, por adquirir o F-5, aeronave que ainda hoje é operada pela Força Aérea Suíça e que, inclusivamente, equipa a "Patrouille Suisse", a responsável máxima pela projeção daquele ramo das forças armadas helvéticas.
É impossível resistir à pequena piada/innuendo: foi um A-7 que nunca chegou ao (ponto) G!

Nota: Fica o agradecimento ao André Carvalho por revelar a primeira imagem desta edição. 

Texto: ©AL/Pássaro de Ferro


0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>