domingo, 8 de fevereiro de 2015

A "INTERNET" HÁ 25 ANOS - Crónica (M1790 - 07AL/2015)

Há cerca de 25 anos, surgiram nas bancas uns "livrinhos" de capas duras, num formato não propriamente ortodoxo e que, a par da enciclopédia fasciculada "Aviões de Guerra", fizeram as delicias de todos os que gostavam de aviação, sobretudo a militar. Foram editados pela brasileira "Nova Cultural", em português brasileiro, facto que os tornava em algo de quase exótico.
Com um notável esforço financeiro, consegui comprar alguns exemplares (meia dúzia) que ainda mantenho.
Naquela altura (final dos anos 80/início dos anos 90), a internet era pouco mais do que um sonho pueril e, portanto, valia quase tudo para se chegar à informação que hoje é de uma banalidade total.
Depois, estava ainda o mundo no limbo da "guerra fria", facto que dificultava - ainda mais - a disseminação da informação, sobretudo a que dizia respeito à aviação "do lado de lá da cortina de ferro" e que, pessoalmente, era a que mais me interessava, por ser tão ignota e escassa.
As fotografias que surgiam eram pouco nítidas, obtidas numa clandestinidade qualquer, não raras vezes por uma espécie  "espiões" que ficariam bem compostos num filme qualquer, de categoria questionável.
Alguns esquemas e designações que essas (quase) "bíblias" apresentavam, estavam banhados num caldo de suposições e hipóteses, mas que, só por isso, tornavam o possuidor dessa informação como um priveligiado.
Deixamos, a título de ilustração desta crónica, algumas fotografias onde se pode ver, sem rebuços e sofismas, aquilo a que tivemos acesso e que preencheu durante tantos anos a nossa sabedoria temática.
Hoje, com a total banalização da internet e do acesso a "toda" a informação - alguma a carecer de filtros de dignidade e veracidade - estamos num patamar ironicamente parecido, isto é: há que distinguir o real do imaginário. Tal e qual há 25 anos atrás, só que pecando muitas vezes por "excesso".








4 Voaram em formação:

Carlos Costa disse...

Fantástico artigo!
Relembra os meus tempo de miúdo hehe tenho essa colecção toda e uns outros.

Renato da Cunha disse...

Olá! Em minha escola do ensino médio (entre 15-18 anos), adorava fugir das enfadonhas aulas de geografia, e me refugiar na biblioteca, onde era possível encontrar toda essa coleção, e outros volumes tratando demais áreas da militaria.

Saudades.

Havia aqui no Brasil, uma coleção de revistas chamada "Ases da Guerra, os grandes aviões Militares" - Adorava essa publicação.

Ricardo Borges disse...

Eu ainda tenho alguns. Tempos bons!

Marco M. - Lisbon Spotters disse...

A certa altura foi mencionada a colecção "Aviões de Guerra". Foi de longe a melhor obra do género publicada. Para quem gosta de aviação militar é de longe a "BIBLIA". Em relação a esta obra, também tenho-os todos (na versão original ainda haviam mais alguns que nunca chegara a ser traduzidos). Mas como se vê pela imagem, começou bem, não mencionando Portugal como operador do A-7. Existiu uma tradução que não teve o cuidado de verificar a actualidade da informação. Vale por ter sido das primeiras, e por sinal com uma boa qualidade no papel.

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>