quarta-feira, 22 de outubro de 2014

PORQUE CONTINUA A VOAR O F-117? (M1706- 303PM/2014)

Lockheed F-117 Night Hawk      Foto: USAF

O F-117 foi oficialmente retirado de serviço em 2008 e teoricamente a frota dos primeiros caças furtivos operacionais no mundo foi toda inibida. Rumores de que continuavam a voar algures nos desertos do sudoeste dos EUA, foram-se contudo sucedendo desde então. Por entre dúvidas se Elvis ainda está vivo ou não, recentemente foram reveladas ao mundo fotos concludentes, em que pelo menos dois F-117 aparecem operacionais na base de testes de Tonopah, no Nevada.

As fotos que mostram o F-117 operacional seis anos após a retirada oficial        Foto: Lazy G Ranch

A Força Aérea dos EUA (USAF) não comentou as perguntas que lhe foram colocadas acerca do tema, pelo que resta a especulação.

É sabido que manter pequenas frotas de um tipo de aeronave específica fica extremamente caro. Pelo que os poucos F-117 que estejam a voar, não saem baratos.

A opinião de Richard Aboulafia, analista militar, é de que as aeronaves servem para "testes de assinatura radar" acrescentando contudo que também podem servir para testes de aerodinâmica, justificando: " trata-se de um dos primeiros aviões que não devia voar, mas voava, graças ao milagre do fly-by-wire (NR: Controlo de voo por computador). Também pode ser para testes de fadiga dos materiais que foram usados no modelo, para ver como evoluem com o tempo".

Foto: Lazy G Ranch

Outras opções incluem testes de novos equipamentos e tecnologias, eventualmente ligadas com sistemas de busca por infra-vermelhos e mísseis terra-ar. Há também a possibilidade de que estejam a voar como veículos não tripulados (VANT) com capacidade de combate.

Foto: Lazy G Ranch

De qualquer modo, este novo capítulo na história do F-117, não é mais do que a continuação do enredo de mistério que sempre o rodeou a aeronave, que foi mantida operacionalmente em segredo durante vários anos, até à sua apresentação oficial em 1988. E a menos que a sua função venha a tornar-se mais proeminente, ou os gastos demasiado altos para serem escondidos, talvez não cheguemos a saber tão cedo o fim da história.

Fonte: Intercepts
Tradução e adaptação: Pássaro de Ferro

0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>