sábado, 7 de junho de 2014

MEMÓRIAS DUM MECÂNICO DE ALOUETTE EM ÁFRICA - 3 (M1611 - 184PM/2014)

Voo em formação de AL III da FAP algures em África     Foto: Autor desconhecido

Capítulo 1
Capitulo 2

A 15 de Janeiro de 1974, o Cap. Castelo diz-me para fazer a mala, pois a minha parte dessa comissão estava feita e iríamos para a Beira. No dia seguinte iria com ele num heli. Dia 16 de Janeiro, partimos para Nampula, com uma aterragem em Porto Amélia, para reabastecermos. Chegámos a  Nampula onde estive uns dias. Dez dias volvidos, arrancámos para a Beira com mais quatro helis, para efectuarmos heli-operações em vários locais, perto da Gorongosa, Carneiro, Vila Paiva de Andrade, Vila Gouveia etc. Voltei para Nampula e pensei "lá vou de novo para Mueda".

Acabei por não ir. Dois dias mais tarde, partimos para novas operações, mas dessa vez fomos para Vila Cabral, zona do Niassa. Fui avisado que iria fazer um destacamento de um mês nesse local. Acabei por ficar mais tempo. Saí de lá em maio de 1974.
Depois das heli-operações fiquei em Vila Cabral a substituir o F. Nunes, que já estava com nó (anos mais tarde fomos vizinhos na Cova da Piedade).

As "Mamas da Gina" -  Foto via site Batalhão 2908

Lá fiquei, fui conhecendo as áreas, as serras Cornos de Unango, Mamas da Gina (NR: existiam várias formações montanhosas na zona de Unango batizadas segundo as estrelas de cinema da época - Gina, Sofia e Brigitte). Fiz inúmeras evacuações, reabastecimentos e caça grossa. Como éramos mais finos, caçávamos de heli, quando vínhamos de alguma missão.

O transporte de caça no regresso duma missão em AL III      Foto: Autor desconhecido

Conheci o famoso Daniel Roxo. Voámos muitas vezes para a milícia dele. Fazíamos evacuações e reabastecimentos. Recordando o Daniel Roxo, vêm-me à memória duas evacuações que fizemos para a milícia. Estávamos sossegados no AM, quando aparece o Daniel Roxo, a pedir que fossemos evacuar um elemento da milícia dele que tinha sido mordido por uma cobra. Lá fomos, depois de nos terem dado as coordenadas. Não conseguimos encontrar a milícia, que estava no mato, nem conseguimos estabelecer contacto com essa milícia. Resultado: regressámos. No dia seguinte, o Roxo vem ter connosco e traz um milícia para nos indicar onde estava a vítima que tinham deixado para trás. Fomos ao hospital, buscar um enfermeiro para prestar os primeiros socorros. Quando descolávamos, reparei que o mesmo dizia adeus às enfermeiras todo sorridente e lá fomos os quatro: eu, o piloto, o enfermeiro e o milícia.
Localizámos o local onde a vítima estava, abri as portas, disse ao enfermeiro para se preparar enquanto íamos buscar a vitima. Saí, retirei a maca e sem pensar nas consequências, se havia minas ou outras armadilhas e meti-me com o milícia pelo mato adentro. Colocámos a vítima  na maca e fomos directos para o heli. Descolávamos, quando reparo que o enfermeiro está mal disposto. Olhei para a saqueta da injeção com instruções, enquanto o enfermeiro estava a injetar o anti-veneno ao milícia, à volta da mordida (que eram dois buracos), não fosse ele incapaz de aguentar… Passado um bocado, o nosso amigo enfermeiro vomitava para cima do soldado que estava na maca. Chegados ao hospital, enquanto esperava pela maca, pedi um balde com água e dei um banho no interior do heli. O resto, teria que ser limpo no AM.

Passados tempos, vejo o Roxo no AM e pensei "lá vem desgraça" (lembrei-me de Mueda do amigo sinistro - sempre que havia evacuações o nosso soldado aparecia).
Era mais uma evacuação. Tínhamos de ir ao mato com o Daniel Roxo buscar um ferido. Quando chegámos ao local, era um ferido e um morto. 
Mais tarde soube que a milícia do Roxo tinha entrado num acampamento inimigo e a baixa tinha sido por causa de uma armadilha. Tinham metido uma granada por baixo duma camisa, que estava presa a uma árvore. O soldado viu a camisa, puxou e... BUMMM.

(Continua aos sábados no Pássaro de Ferro)

Texto: Abdul Osman, Ex-MMA

2 Voaram em formação:

Village Idiot disse...

Good day sir, i am writing a book about Daniel Roxo and would like to ask you if you would be prepared to correspond with me regards your contact with Daniel Roxo while in Vila Cabral and Niassa province. your assistance would be very much Appreciated. Stephen Dunkley (South Africa)

Village Idiot disse...

my e mail address has in fact changed and is now stephend@nosa.co.za and not the one as indicated previously.
Regards
Stephen

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>