domingo, 11 de maio de 2014

JEFF KLOSKY, 2500 HORAS DE VOO EM U-2 (M1579 - 61AL/2014)


O tenente-coronel Jeff Klosky é um aviador que passou grande parte de sua vida a voar ao crepúsculo e na aurora. Depois de uma longa carreira, abrangendo 19 anos no U-2, o fim da sua dedicação ao mítico avião aproxima-se.
Por ser filho de um oficial de Marinha, cedo Klosky se interesou pela vida militar e assim que atingiu a idade, ingressou num aeroclube e mais tarde na USAF.

Depois de completar sua primeira missão como piloto instrutor de T-37, Klosky estava à procura de um novo desafio. Vários dos seus camaradas se  haviam mudado para o U-2 , facto que despertou seu também o seu interesse.
"Eu queria fazer algo um pouco diferente", disse Klosky. E fez! Ofereceu-se como voluntário para as operações naqueles aviões.


Após cerca de seis meses de persistência, em maio de 1995, foi entrevistado e passou e passou a integrar o grupo de pilotos envolvidos com os U-2. Daí a poucos meses, estava a iniciar a formação.
Klosky passou aproximadamente sete anos a apoiar compromissos da USAF em todo o mundo, nomeadamente na França, Itália , Arábia Saudita, Coreia do Sul e em diversos outros pontos em todo o globo.
"No final desse período, eu acabei de sair da Força Aérea ", disse Klosky . "Tomei a decisão de estar mais em casa com a família . Como toda a gente, eu tenho uma história sobre onde estava no 11 de setembro Deveria ter sido nesse dia meu primeiro voo como um piloto de aviação cívil, mas isso nunca aconteceu. Naquele dia voltei para a Reserva da Força Aérea e acabei a apoiar as operações no U-2. Ao fim de perto de três anos, eu decidi que eu gostaria de voltar ao ativo e a Força Aérea deu-me a oportunidade de fazer isso. "



Ao fim e ao cabo, Klosky apoiou quase todas as grandes operações da Força Aérea norte-americana nos últimos 20 anos. A movimentação constante de requisitos operacionais, permitiu a Klosky acumular uma soma importante de horas de voo . 
Em 20 de abril de 2014,  tornou-se no terceiro piloto no ativo a atingir as 2500 horas de voo no lendário U-2.



"Voar o U-2 é uma experiência incrível", disse Klosky . "É uma pequena multidão, uma pequena parte da USAF. Diz o ditado que mais pessoas tem anéis do Super Bowl do que os que voam o U-2 . Espero que meus filhos tenham a oportunidade para voar no U-2 , e um dia e serem, provavelmente, um dos primeiros na dinâmica 'pai - filho, ou pai e filha' no legado do voo do U- 2. 
Eu não sei se é isso que eles querem fazer, mas eu gostaria de esperar que isso pudesse acontecer mas...


...Independentemente do que acontecer, foi uma honra ter sido uma peça fundamental e ativa na história desta aeronave. Posso olhar para traz e gritar: UAU! fiz algo de absolutamente espantoso!"

Fonte: USAF
Fotos: USAF/Tech. Sgt. Russ Scalf
Tradução e adaptação: Pássaro de Ferro
 

0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>