segunda-feira, 27 de maio de 2013

BRUNTINGTHORPE: DIA DE BASE ABERTA (M1016 - 155PM/2013)




“ Estejam a vontade, circulem por onde quiserem. Esta festa é para vocês entusiastas. Apenas protejam os ouvidos das crianças, por causa do barulho. Porque vai haver barulho! Esta também é a festa do jato, o som da Liberdade”. É com esta saudação que a organização do dia aberto em Bruntingthorpe saúda os visitantes de mais um “open day”, um dos dois Domingos por ano que o museu inglês que preserva jatos da era da Guerra fria, escolhe para mostrar aos entusiastas grande parte do seu acervo em funcionamento.

Um dos dois English Electric Lightning em condições de funcionar no mundo

Nestes dias abertos  torna-se possível ver operar em alta velocidade na pista principal aeronaves a jato que são os únicos exemplares ainda em funcionamento em todo o Mundo. Em mais nenhum lugar do planeta é possível ver em funcionamento um English Eletric Lightning, ou um Blackburn Buccaneer. É aqui que reside também o mais antigo aparelho a jato de passageiros ainda em funcionamento em todo o Mundo, um DeHavilland Comet de 1966, onde os visitantes podem inclusive…taxiar como passageiros!

Os aparelhos de Bruntingthorpe são mantidos por voluntários, entusiastas com as mais diversas profissões e especializações. Desde mecânicos e pilotos militares, a padeiros e vendedores de automóveis. Existem policias, professores universitários, advogados e empregados de balcão, entre aqueles que todos os fins de semana aqui se deslocam para ajudar a preservar estas aeronaves.  Um manancial humano e técnico que não pode ser desprezado e que conseguiu em 2007 colocar em voo o ultimo bombardeiro nuclear delta do Mundo, o Avro Vulcan XH 558. 
Infelizmente, os recursos financeiros e a fadiga metálica dalguns aparelhos não permitem colocar todos em condições de voo, optando-se assim por os manter o mais operacionais possível, com os recursos disponíveis. 

O L-29 Delphin pertença do Portuguese Aircraft Restoration Group
Entre estes entusiastas, e fruto da extensa comunidade portuguesa residente na região, encontramos um grupo de portugueses empenhados em ajudar e a aprender mais sobre Aviação. Este grupo adquiriu há três anos um Aero L 29 “Delphin”, estático sem motor, eletricidade e travões, e conseguiu colocá-lo a taxiar pelos seus próprios meios, utilizando o motor original. 
O grupo tenta há alguns anos trazer uma célula de um G.91 para Inglaterra para a recuperar também, até ao momento sem sucesso, esbarrando em enormes problemas burocráticos.  O grupo possui mesmo já um motor adequado, um RR “ Orpheus” doado por uma célula utilizada para sobressalentes de um Foland “Gnat”, compatível com o lendário caça das guerras ultramarinas portuguesas.

Link da página Facebook do Grupo

Um Broussard originalmente de matrícula francesa, recuperado e pintado com as cores portuguesas

Texto: Mike Silva/Portuguese Aircraft Restoration Group

0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>