segunda-feira, 14 de maio de 2012

VOO DO PRIMEIRO QF-16 "ALVO" (M646 - 19AL/2012)

A Boeing Company e a USAF completaram o primeiro voo em QF-16 FSAT (Full Scale Aerial Target) no passado dia 4 de maio em Cecil - JacksonvilleO QF-16 descolou às 15:05h subiu a uma altitude de 41.000 pés e o voo estendeu-se por 66 minutos

"Com este Primeiro voo bem sucedido do QF-16, a Força Aérea, a Boeing e de nossos fornecedores/parceiros lançaram as bases para o programa entrar em produção em 2013 e fazer a sua primeira entrega em 2014", disse Torbjorn Sjogren, vice-presidente de Manutenção Global e atualizações da Boeing.


O voo de verificação funcional do QF-16, sob controle de um piloto de testes da Boeing, validou a performance da aeronave  com o pacote básico de modificação QF-16 instalado. As instalações adicionais de hardware Boeing permitirão que o QF-16 possa voar num modo não-tripulado, enquanto sob o controle de um sistema de baseado em terra, com o (GRDCS - Gulf Range Drone Control System) em Tyndall Air Force Base, na Flórida, ou pelo  DFCS - Drone Formation Control System em White Sands Missile Range (WSMR), no Novo México.
Durante a atual fase de testes, em Jacksonville, um reboque GRDCS móvel com torres de transmissão portáteis proporciona a comunicação entre o controlador de voo, o pessoal em terra e o piloto do QF-16 .

"Este foi um marco importante para o programa e para a Boeing, porque marca a continuidade do nosso sucesso com uma plataforma de apoio off-Boeing merecedora de toda a confiança", referiu Bob Insinna,  responsável Boeing do programa QF-16 .

O QF-16 será uma aeronave de mais alto desempenho comparativamente com o QF-4 que virá a substituir e representa a quarta geração neste tipo de aeronaves. Serão operados em modo tripulado ou não tripulados "dentro de um intervalo devidamente controlado e serão equipados também para avaliar como os caças americanos fazem uso das armas contra potenciais adversários em conflito."



A Boeing vai entregar seis QF-16 como aeronaves de teste a operar na Base Aérea de Tyndall em outubro deste ano, para testes adicionais. Após a conclusão que se espera com êxito destes testes, serão apoiados os testes de voo na Holloman Air Force Base, Novo México, sobre o complexo WSMR.

Fonte: Boeing

0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>