quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Pássaros de Ferro em Papel - Guerra e Heróis da História (M441-4RF/2010)


Não que tivesse andado à procura, nem tão pouco saberia por onde começar, mas quis o acaso que, nas minhas deambulações fotográficas pela cidade mais prodigiosa do Universo, ou pelo menos aquela que fica no seu centro  - http://www.olhares.com/a7p - que encontrei algo que é também daqui uma característica – um alfarrabista.
Ele chamou-me à atenção, pelas necessárias diferenças, pelo menos pela diferença que, a meu ver, marca toda a diferença, pois encontrei nele, para além dos habituais livros antigos disto e daquilo, muitos, mas mesmo muitos livros e revistas de quadradinhos ou banda desenhada, cheios de aventura, sonhos e muita diversão.
Lá estavam os Asterix, livros que me fazem todos os dias rir exactamente nas mesmas piadas, se calhar por ser eu um espírito simples... mas não foram os Asterix que me fizeram transpor a porta de entrada, o que me chamou á atenção foram outros livros...
Foram de facto umas pilhas de livros “o Falcão” que se encontravam à entrada, e que depois vim a constatar, que a loja tem, num local mais especial, mesas e prateleiras cheias de livros de quadradinhos de histórias de guerra, espionagem, super heróis, e outras aventuras intemporais de um igualmente intemporal e vasto número de heróis, vilões e pessoas anónimas, ficcionadas ou reais.
A conversa foi o cartão de entrada, expliquei logo que não sou mais que um curioso, não tenho aspirações de colecionista, e pronto me levou o dono ao local onde, pensei eu, encontraria o que procurava ainda que, nada procurasse.
O curto tempo que por lá estive fez-me logo pensar em voltar, e de facto na semana seguinte, com mais tempo para uma pesquisa mais demorada, acabei por sair de lá com pelo menos um livrinho que, me fez saltar de alegria (mas esse fica para o próximo post, ou «posta» como diz o Comandante do Pássaro).

Assim, trago-vos aqui, ainda que apenas para avivar a lembrança, algumas das histórias que comprei e li, que mesmo à distância de alguns anos, trarão a todos um pouco do que foi o início de uma paixão pelos Pássaros de Ferro, maleita que nos une a todos.

Repare-se em especial, nas capas soberbas, e em especial uma que tem mesmo um navio neutral Português sendo torpedeado...!!!








0 Voaram em formação:

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>