sexta-feira, 30 de novembro de 2012

TERMINADA MODERNIZAÇÃO NA FROTA TYPHOON BRITÂNICA (M779 - PM130/2012)

Foto: BAE Systems
Dia 28 de novembro de 2012, a BAE Systems entregou o 43º e último Eurofighter Typhoon a ser modernizado para o padrão Tranche 1 Bloco 5, também conhecido como "Modernização 2".
A aeronave, o monolugar de matrícula ZJ932, entrou ao serviço no Esquadrão 3 a 10 de novembro de 2006, tendo executado missões de alerta (Quick Reaction Alert - QRA) na base de Coningsby. 
Regressará agora o ativo no Esquadrão XI, engrossando o número de Typhoons disponíveis para destacamentos.
A "Modernização 2", incluiu a instalação de sistema FLIR (infra-vermelhos), melhoramentos na capacidade de combate ar-ar, introdução de capacidade ar-chão e a capacidade de usar o designador laser para a largada de armamento de precisão.

   O ZJ932 último Typhoon a ser modernizado         Foto: BAE Systems
Segundo Martin Taylor, diretor dos Sistemas de Combate da BAE Systems, "este programa de  modernização confere à frota de Typhoons da Royal Air Force (RAF) uma capacidade de base melhorada (...) permitindo simultaneamente maior flexibilidade no modo de gerir a frota".

Os trabalhos de modernização foram efetuados ao longo de seis anos pela BAE Systems,tendo envolvido uma equipa de cerca de 160 elementos, em estreita  colaboração com a equipa de gestão de frotas da RAF/Min Def.

Todos os futuros programas de modernização e manutenção do Typhoon, serão levados a cabo nas instalações da RAF em Coningsby.


Fonte: BAE Systems

Mirage pour le Portugal (M778 - JM11/2012)

O último número do AeroJournal (nº 32) traz um artigo meu sobre a história dos Mirages portugueses. É a primeira vez que publico a história em França, o que é bom para a malta francesa saber o que se passou. A história é completamente desconhecida em terras gaulesas. Mas tive azar, pois o artigo não teve a minha revisão final e tem alguns erros que eram escusados. A culpa foi do editor, mas fiquei um pouco triste com a situação. Enfim, vamos ver se da próxima vez as coisas correm melhor. Mesmo assim, o arranjo gráfico e as fotos são de grande qualidade, o que me deixou satisfeito. A história vai sair brevemente na próxima “Mais Alto”, que está à venda a partir de 10 de Dezembro.


quinta-feira, 29 de novembro de 2012

EX-COMBATENTES DA GUINÉ VISITAM BA5 (M777 - PM129/2012)


Ontem dia 28 de novembro de 2012, um grupo de aproximadamente 60 ex-combatentes da guerra na Guiné, visitaram a Base Aérea nº5 sita em Monte Real.
O grupo intitulado "Tabanca do Centro", reúne-se regularmente na última quarta-feira de cada mês na vila de Monte Real, para um almoço-convívio de ex-camaradas de armas de todos os ramos das Forças Armadas, em que se revivem histórias, revêem amigos e se reforçam laços, num ambiente de salutar convívio.
Desta vez e para última reunião do ano, já que em dezembro não será realizada, no programa estava incluída uma visita à Base Aérea, onde os ex-combatentes foram muito bem recebidos, com a importância e as honras devidas a quem serviu e lutou pelo seu país.

O briefing pelo Maj. Rosa da Esquadra 301 - Jaguares

Depois da receção pelo Cor. Paulo Mateus, Comandante da base, seguiu-se briefing pelo Oficial de Operações da Esquadra 301 Jaguares, precisamente a "herdeira" da Esquadra 121 dos Fiats G.91 da Guiné, que opera desde 2005 a partir de Monte Real, em que foram explicados os trabalhos desenvolvidos nos dias de hoje, naquela unidade da Força Aérea.

A passagem pela distinta torre de controlo de LPMR
Visita à manutenção
A secção de motores da BA5: única no mundo!

Tempo depois para visitar a Doca 4 dos trabalhos MLU, a Manutenção, a Secção de Motores, a Esquadra 301 e finalmente a Secção Cinotécnica da Polícia Aérea. Alguns dos presentes, tinham também passado pela BA5 enquanto militares, antes e/ou depois da Guiné, pelo que a ocasião foi aproveitada para comparar como era a base então e como é nos dias de hoje e, inevitavelmente, rebuscar algumas memórias mais. O sentimento geral, pode dizer-se que era de admiração pelo profissionalismo, qualidade de trabalho e capacidade técnica, desenvolvidos naquela que é apelidada pelos que lá servem, como "a melhor base aérea do mundo"!

Terminada a visita, seguiu-se o habitual almoço de cozido à portuguesa num restaurante da vila de Monte Real, contando ainda com a presença do Comandante da BA5.

A Cruz de Cristo sob a qual serviram os militares na Guiné hoje nos F-16 da Força Aérea

O convívio e a partilha de experiências entre antigos e atuais militares, é de importância capital na perpetuação da memória coletiva de uma instituição cinquentenária que é a Força Aérea, bem como do país que todos somos.

A Tabanca do Centro está sempre aberta a novas participações de antigos militares que queiram estar presentes nas reuniões, bastando para tal inscrever-se antecipadamente através dos contactos no blogue do grupo:

Blogue da Tabanca do Centro: http://tabancadocentro.blogspot.pt 





quarta-feira, 28 de novembro de 2012

AIRBUS MILITARY ANUNCIA VERSÃO RENOVADA DO AVIOCAR (M776 - PM128/2012)

C212 Aviocar em phase out na Base Aérea nº6 no Montijo

A Airbus Military e a PT Dirgantara Indonesia (PT DI) assinaram um acordo para o lançamento conjunto de uma versão atualizada das aeronaves C212-400 Aviocar.
A nova versão designar-se-á NC212, será oferecida a clientes civis e militares e crê-se que seja uma proposta altamente competitiva no segmento de aviões de transporte de pequena dimensão. 
Estará equipada com novos aviónicos digitais e novo sistema de piloto automático. Aumentará ainda o número de passageiros na versão civil de 25 para 28, o que irá melhorar a razão de custo/eficiência do modelo.

O acordo agora celebrado entre as duas empresas, inclui desenvolvimento conjunto, manufaturação, comercialização e apoio ao cliente para o mercado civil e militar, durante a próxima década, sendo o potencial deste mercado estimado entre 400 a 450 aeronaves durante esse espaço de tempo. Uma linha de montagem final será implantada nas instalações da PT DI em Bandung.

O C212 Aviocar foi retirado do serviço operacional na Força Aérea Portuguesa há quase um ano, tendo o Estado Português cerca de uma dezena dessas aeronaves para venda, na sua maioria na versão 100 e apenas duas da versão 300. 
Uma modernização passível de ser aplicada a estas versões, poderia por isso ser um bom modo de tornar mais atraente a sua aquisição a potenciais compradores. Esta hipótese todavia, não foi até agora anunciada pelo fabricante.
O Aviocar contudo, continua comprovadamente a ser uma aeronave com mercado.





terça-feira, 27 de novembro de 2012

P-8A POSEIDON GANHA ESPAÇO NA US NAVY (M775 - PM127/2012)

Uma das aeronaves de teste lança um torpedo    Foto: US Navy/Greg Davis
Um dos primeiros P-8A Poseidon junto a um P-3C Orion em Corpus Christi, Texas   Foto: US Navy/Richard Stewart
O Ten Stephen Bruner (dir) piloto do P-8 mostra o cockpit do avião  Foto: US Navy/Richard Stewart
A TenCor Colette Lazenka coordenadora tática da esquadra mostra as novas capacidades da aeronave Foto:USNavy/Richard Stewart
O simulador de voo do P-8 Poseidon               Foto: US Navy/Greg Johnson

No passado dia 15 de novembro de 2012, foi entregue oficialmente à Marinha norte-americana (US Navy) o quinto P-8A Poseidon de produção.
A aeronave agora entregue, pertence ao lote inicial de 24 unidades encomendado à Boeing durante 2011 e 2012.
O substituto natural do atual P-3C em uso nos EUA nas funções de patrulhamento marítimo, é baseado no 737 civil e promete revolucionar o modo como os seus operadores passarão a treinar, utilizar e destacar forças, ao cumprir simultaneamente funções de vigilância, reconhecimento e intelligence.
Fornece maior capacidade de combate, com menos necessidade de infraestruturas, podendo projetar força em qualquer parte do mundo com maior interoperabilidade com unidades de superfície e veículos não tripulados.
O contrato com a Boeing prevê ainda treino de tripulações pessoal de manutenção, apoio logístico, sobressalentes, equipamento de suporte e ferramentas.
A US Navy tem planos para a aquisição de um total de 117  P-8 Poseidon. 


Um P-8A Poseidon do VP30 captado ao sobrevoar o porta-aviões USS Harry Truman  Foto: US Navy/Mike DiMestico

Fonte: US Navy

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

A HORA MÁGICA (M774 - PM126/2012)

Foto: US Navy/Justin Wesley
Foto: US Navy/Benjamin Crossley
Foto: US Navy/Greg Linderman
Foto: US Navy/Ryan McLearmon
Foto: US Navy/Ryan McLearmon
Foto: US Navy/Ryan McLearmon
Foto: US Navy/Ryan McLearmon
Foto: US Navy/Ryan McLearmon
Foto: US Navy/Justin Wesley
Foto: US Navy/Greg Linderman
Foto: US Navy/Greg Linderman
Foto: US Navy/Benjamin Crossley
Foto: US Navy/James Evans
Foto: US Navy/Gregory Harden
Foto: US Navy/Nathanael Miller

A meia-hora que antecede o pôr do Sol e a meia-hora que lhe sucede formam a chamada "hora mágica" em que tudo ganha uma luminosidade fantástica.
Nos porta-aviões não é diferente e se o convés de voo é já de si um espetáculo digno de ser apreciado (e fotografado), melhor fica durante esses 60 minutos, imortalizados também no filme Top Gun pelo realizador Tony Scott, recentemente falecido.
As imagens que apresentamos hoje no Pássaro de Ferro foram captadas no porta-aviões americano USS Eisenhower, em destacamento na 5ª Frota da US Navy na região do Mar Arábico, onde se encontra em suporte de ações intergradas na Operação "Enduring Freedom".
As fotos não necessitam por isso de mais legendas. 
Para desfrutar.

Apesar de já fora da "hora mágica" o momento de captar um relâmpago em fotografia é sempre mágico também      Foto:USNavy/Greg Linderman

domingo, 25 de novembro de 2012

EH-101 DA FORÇA AÉREA SALVA FERIDO NA PRAIA DOS ALTEIRINHOS - atualizado (M773 - 52AL/2012)


Um helicóptero EH-101 da Força Aérea, de alerta na Base Aérea Nº6 (BA6)– Montijo - resgatou esta tarde um homem de 59 anos de idade depois de ter caído numa falésia na Praia dos Alteirinhos, na Zambujeira do Mar.

A pedido do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa, a Força Aérea empenhou um EH-101 nesta missão. O helicóptero descolou da BA6, pelas 15H10, e resgatou o indivíduo pelas 16H40, num local de difícil acesso.

O resgate foi efetuado em condições especialmente difíceis e perigosas dadas as condições atmosféricas que se faziam sentir e o local onde se encontrava o sinistrado.

O homem, ferido, com suspeita de um pé partido, foi transportado para o Aeródromo de Trânsito Nº1 – Figo Maduro – (17H20) e depois levado por uma equipa do INEM para o hospital de S. José, já depois de ter sido estabilizado.

Esta missão representa a 1000ª vida salva pelo helicóptero EH-101 da Esquadra 751, ao serviço da Força Aérea Portuguesa.

Imagens das operações de resgate  (Força Aérea)

 












 

Fonte: Força Aérea Portuguesa

ARTIGOS MAIS VISUALIZADOS

CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons
>